Brasília, 20 de outubro de 2019 - 01h56
A UNASUL e a Segurança das suas Fronteiras: uma reflexão necessária
“Nem cora o livro de ombrear co’o sabre... Nem cora o sabre de chama-lo irmão...” [2] Castro Alves Romulo Dantas[3] RESUMO Os países da América do Sul compartilham aspectos geográficos e históricos comuns, níveis sociais e econômicos assimétricos e têm sido pouco afetados por conflitos interestatais. O estado de não-beligerância não significa haver interação...
Ajuda militar norte-americana à Ucrânia poderá reacender conflito
Marcelo Rech, especial de Londres -  No dia 19 de outubro, o Senado dos Estados Unidos aprovou, segundo o presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, uma ajuda financeira de US$ 500 milhões que serão investidos na aquisição de “armas letais de caráter defensivo”. O envolvimento norte-americano na crise poderá reacender o conflito...
A crise síria e a nova agenda internacional
Marcelo Rech, especial de Londres A guerra civil na Síria já completou seis anos, mas parece ter saído da agenda das grandes potências hoje ocupadas em conter a Coreia do Norte. No entanto, não é apenas a crise na península que “força” essa mudança de rota nas prioridades globais. Há muito...
A nova (des) ordem mundial
Marcelo Rech Nos dias 23 e 24, participarei em Londres da Chatham House Conference, evento organizado pelo The Royal Institute of International Affairs, do Reino Unido. Na agenda, a tentativa de compreender os conflitos atuais e construir cenários para o futuro imediato. Neste contexto, a situação europeia, a nova administração norte-americana,...
O momento europeu e a integração regional latino-americana
Marcelo Rech -  Na terça-feira, 10, o governo da Catalunha proclamou a Independência da Província, mas anulou os seus efeitos, ou seja, fez e desfez algo que não encontra respaldo em praticamente lugar algum. Uma Catalunha independente poderá aflorar ainda mais o sentimento nacionalista local, mas do ponto de vista prático,...