Brasil

Integração Regional
19/08/2016
Estudo
19/08/2016

Crise Política

Oposição venezuelana quer o Brasil em marcha pelo referendo de Maduro

Brasília – O deputado Luis Florido, presidente da Comissão de Polítca Exterior, Soberania e Integração, da Assembleia Nacional da Venezuela, e o líder exilado do partido Vontade Popular, Carlos Vacchio, estiveram nesta quarta-feira, 17, em Brasília, para convidar líderes políticos brasileiros para a marcha que a Mesa de Unidade Democrática (MUD) realizará no próximo dia 1º de setembro em Caracas. A ideia é “internacionalizar” o movimento pela realização do referendo revocatório do presidente Nicolás Maduro ainda em 2016.

Segundo Carlos Vecchio, “o presidente Maduro manipula as instituições para que o referendo seja realizado apenas em janeiro. Com isso, ele pode cair, mas o regime permanece com a posse do vice. Queremos o referendo ainda em 2016 para derrotá-lo e realizarmos novas eleições neste ano”.

Florido e Vecchio se reuniram com o presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), o senador Aloysio Nunes Ferreira (SP), presidente da Comissão de Relações Exteriores e líder do governo, e no final do dia, estiveram com o ministro José Serra no Itamaraty.

Serra afirmou que “o ingresso da Venezuela no MERCOSUL é resultado de um golpe que teve à frente Brasil e Argentina”. Ele afirmou ainda que o Brasil apoia todas as iniciativas de devolver a democracia àquele país e revelou que a ajuda oferecida ao governo na forma de medicamentos fabricados por laboratórios públicos, não foi aceita por Maduro.

O ministro disse ainda que a polêmica com o Uruguai está superada depois que o chanceler Rodolfo Nin Novoa lhe telefonou para dizer que tudo não passou de um mal entendido provocado pelos uruguaios.

Serra reiterou ainda que o Brasil não aceitará a Venezuela na presidência do MERCOSUL e que no dia 23 os coordenadores nacionais voltam a se reunir em Montevidéu para buscar uma solução para a crise. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *