Agenda

Legislação
07/09/2015
Agenda Global
03/10/2015

Forte de Copacabana

Os desafios globais para a Segurança Internacional em debate no Rio de Janeiro

Brasília – A cidade do Rio de Janeiro receberá no dia 8, a 12ª edição da Conferência de Segurança Internacional do Forte de Copacabana, evento realizado pela Fundação Konrad Adenauer no Brasil (KAS), pelo Centro Brasileiro de Relações Internacionais (CEBRI) e pela Delegação da União Europeia no Brasil, com a parceria do Instituto InfoRel de Relações Internacionais e Defesa. Com o tema “Políticas Mundiais de Segurança”, o evento reunirá especialistas civis e militares, brasileiros e estrangeiros que debaterão os principais desafios globais à segurança internacional.

O evento terá cobertura em Tempo Real do InfoRel e será transmitido ao vivo pela internet por meio do endereço eletrônico: http://www.forte2015.com/.

Na oportunidade, serão tratados um conjunto de temas contemporâneos que têm dominado a agenda internacional de Segurança e Defesa, como: soberania e não intervenção, guerras não convencionais, segurança energética e o papel do Brasil e da Europa no sistema internacional multilateral.

A conferência de abertura estará à cargo do Diretor Executivo para as Américas do Serviço de Ações Externas Europeu, Christian Leffler, que falará sobre “A Abordagem da União Europeia para Políticas Mundiais de Segurança”.

Está prevista ainda a presença do ministro da Defesa, Jaques Wagner, que falará sobre o papel do Brasil nas políticas mundiais de segurança. Nesta semana, o nome do ministro foi confirmado para a Casa Civil. O ministério da Defesa ficará com Aldo Rebelo que deixou a pasta da Ciência e Tecnologia.

Agenda

De acordo com os organizadores, o evento reunirá políticos, acadêmicos, militares, diplomatas e intelectuais das Américas e da Europa. Além do ministro da Defesa do Brasil, entre os nomes confirmados estão: Alex Ellis, Embaixador Britânico no Brasil; Alfredo Valladão, EUBrasil; Antonio Jorge Ramalho, South American School of Defense, UNASUR; Bill Durodié, University of Bath/Chatham House, London; Dávid Korányi, Eurasian Energy Futures Initiative, Atlantic Council; Dirk Brengelmann, Embaixador da República Federal da Alemanha no Brasil; Eduardo Viola, Universidade de Brasília; Henry Cancelado, Pontifícia Universidade Javeriana, Colômbia; Jean-Baptiste Jeangene Vilmer, Ministério das Relações Exteriores da França; João Cesar Zambão da Silva, General, Escola Superior de Guerra; Jorge Enrique Bedoya Vizcaya, Vice-Ministro da Defesa, Ministério da Defesa da Colômbia; Kai Kenkel, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ); Klaus Hahndel, Federal Academy for Security Policy, Alemanha; Kristina Eichhorst, Fundação Konrad Adenauer; Leonardo Paz, Centro Brasileiro de Relações Internacionais; Maurício Lyrio, Ministério das Relações Exteriores; Nivalde José de Castro, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); Paul A. Isbell, Center for Transatlantic Relations, SAIS Johns Hopkins University; Salvador Raza, National Defense University/CHDS; Sergio Eduardo Moreira Lima, Embaixador, Fundação Alexandre de Gusmão; Sophie Jouineau, SciencesPo; Tinko Weibezahl, Fundação Konrad Adenauer; Walter Feichtinger, Academia de Defesa da Áustria.

Programa

Além do tema principal, os painelistas discorrerão sobre o sistema internacional, soberania, território e Estado-Nação; Guerra não convencional e perspectivas regionais; agenda mundial de Segurança: perspectivas para esforços conjuntos referentes à uma política mundial de Segurança; e Segurança Energética em um mundo interconectado.

Fundação Konrad Adenauer

Com origem na Alemanha, a Fundação Konrad Adenauer (KAS) leva o nome do co-fundador do partido União Democrata Cristã da Alemanha (CDU) e primeiro chanceler alemão, que iniciou o processo de integração europeia. Com mais de 80 escritórios no mundo inteiro e projetos em mais de 120 países, a Fundação Konrad Adenauer tem como alvo a promoção da democracia, do estado de direito, da economia social de mercado, da paz e da liberdade.

Como um think tank, a KAS apoia continuamente o intercâmbio entre as culturas e as religiões e o diálogo sobre política externa e segurança internacional, com foco na unificação da Europa, no fortalecimento das relações transatlânticas e na cooperação mútua.

Presente no Brasil desde 1969, a Fundação Konrad Adenauer tem trabalhado em iniciativas próprias e em cooperação com parceiros locais, promovendo a troca de experiências e a produção de conhecimento especializado sobre segurança, educação, política, economia social de mercado, meio ambiente, energia e relações entre o Brasil, a União Europeia e Alemanha.

Cebri

O Centro Brasileiro de Relações Internacionais (Cebri), sediado no Rio de Janeiro, é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), independente, multidisciplinar e apartidária, formada com o objetivo de promover estudos e debates sobre temas prioritários da política externa brasileira e das relações internacionais em geral. Criado em 1998 por um grupo de intelectuais, empresários, autoridades governamentais e acadêmicos, tornou-se rapidamente referência nacional na promoção de encontros de alto nível, conferências e seminários internacionais.

O Centro atua como um think tank de políticas públicas na área externa do país. Sua missão é criar um espaço para estudos e debates, onde a sociedade brasileira possa discutir temas relativos às relações internacionais e à política externa, com consequente influência no processo decisório governamental e na atuação brasileira em negociações internacionais.

O Cebri produz igualmente informação e conhecimento específico na área externa e propostas para a elaboração de políticas públicas. Linhas de pesquisa resultam em estudos, boletins, relatórios, newsletters e outros produtos específicos para instituições e empresas patrocinadoras.

InfoRel

O InfoRel nasceu em novembro de 2004 como uma agência de notícias especializada nos temas de política externa e defesa. Há três anos, transformou-se num Instituto de Relações Internacionais e Defesa, produzindo conteúdo especializado na forma de notícias, análises, consultorias e eventos. Hoje, atua como um think tank aliando notícia e informação com a discussão objetiva dos fatos junto ao Corpo Diplomático, instituições acadêmicas, militares e políticas.

Possui uma rede de colaboradores espalhados em mais de 40 países dos cinco continentes. São jornalistas, acadêmicos, militares e analistas que, por meio do intercâmbio de informações, enriquecem o conteúdo oferecido ao público-alvo do InfoRel.

Atualmente, sua página web é lida em português, inglês e espanhol, em pelo menos 107 países. Além disso, parcerias e cooperação, permitem a realização de eventos como seminários, mesas-redondas e audiências públicas sobre os principais temas da agenda global, com ênfase no papel do Brasil e da América Latina.

Serviço

XII Conferência do Forte de Copacabana

Data: 08 de outubro de 2015

Horário: 9h30 às 19h

Hotel Windsor Atlântica: Av. Atlântica, 1.020, Leme, Rio de Janeiro

Mais informações: http://www.kas.de/brasil

Painelistas

Alex Ellis, Embaixador Britânico no Brasil; Alfredo Valladão, EUBrasil; Antonio Jorge Ramalho, South American School of Defense, UNASUR; Bill Durodié, University of Bath/Chatham House, Londres; Christian Leffler, European External Action Service; Dávid Korányi, Eurasian Energy Futures Initiative, Atlantic Council; Dirk Brengelmann, Embaixador da República Federal da Alemanha no Brasil; Eduardo Viola, Universidade de Brasília; Henry Cancelado, Pontificia Universidade Javeriana, Colômbia; Jean-Baptiste Jeangene Vilmer, Ministério das Relações Exteriores da França; João Cesar Zambão da Silva, General, Escola Superior de Guerra; Jorge Enrique Bedoya Vizcaya, Vice-Ministro, Ministério da Defesa da Colômbia; Kai Kenkel, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro; Klaus Hahndel, Federal Academy for Security Policy, Alemanha; Kristina Eichhorst, Fundação Konrad Adenauer; Leonardo Paz, Centro Brasileiro de Relações Internacionais; Maurício Lyrio, Ministério das Relações Exteriores do Brasil- Itamaraty; Nivalde José de Castro, Universidade Federal do Rio de Janeiro; Paul A. Isbell, Center for Transatlantic Relations, SAIS Johns Hopkins University; Salvador Raza, National Defense University/CHDS; Sergio Eduardo Moreira Lima, Embaixador, Fundação Alexandre de Gusmão; Sophie Jouineau, SciencesPo; Tinko Weibezahl, Fundação Konrad Adenauer; Walter Feichtinger, Academia de Defesa da Austríaca; Sophie Jouineau, SciencesPo, França; Tinko Weibezahl, Fundação Konrad Adenauer, Alemanha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *