Brasil

Infraestrutura
18/10/2016
Integração Regional
19/10/2016

Investigação

Panamá e Brasil firmam intercâmbio de informações na Operação Lava Jato

Brasília – Neste domingo, 16, o Ministério Público do Panamá informou que a procuradora-geral da Nação, Kenia Porcell, reuniu-se com o Procurador da República, Rodrigo Janot, para dar início ao intercâmbio de informações e cooperação jurídica entre os dois países na Operação Lava Jato.

De acordo com o MP panamenho, o encontro entre as duas partes deu-se no dia 11 no contexto da 24ª Assembleia-Geral da Associação Ibero-americana de Ministérios Públicos, realizada em Lisboa.

“O propósito deste encontro foi dar continuidade às conversações iniciadas pela comitiva que visitou Brasília e Curitiba com respeito às assistências legais que ambos os ministérios públicos cruzaram, em virtude da Operação Lava Jato”, informou o MP do Panamá.

Desde março de 2015, procuradores do Brasil buscam a cooperação do Panamá para obter informações sobre a Construtora Internacional do Sul, braço da Odebrecht naquele país. As investigações apontam o pagamento de propinas milionárias a ex-funcionários da Petrobras a partir do Panamá. Até então, o Panamá havia entregue informações que já eram do conhecimento do Ministério Público brasileiro.

O MP do Brasil também desmentiu um comunicado dos panamenhos de que havia pedido desculpas por não haver recebido os procuradores daquele país em Curitiba e Brasília. A expectativa agora é que o intercâmbio funcione e as investigações a respeito possam avançar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *