Brasília, 13 de dezembro de 2018 - 19h41

Paraguai chama de provocativa presença militar do

20 de novembro de 2011
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

Brasília - Representantes paraguaios no Parlamento do MERCOSUL criticam a presença militar do Brasil na fronteira entre os dois países e reclamam que a atitude é provocativa e intimidadora.



Para o deputado Alfonso González Nuñes, a "imponente" maquinaria bélica - carros de combate e armamentos pesados - e os grandes efetivos instalados nos limites fronteiriços é uma ilegalidade já que à região está vedada a ocupação militar.



Nuñez afirmou ainda que o MERCOSUL é também conflito de interesses ou uma guerra não declarada. Na sua avaliação, o Brasil usa como pretexto a necessidade de combater o contrabando, o que seria injustificado.



"Tomam praticamente por assalto o acesso à Ponte da Amizade, perpetrando um abuso contra a nossa soberania, o que configura um novo atropelo ao Tratado de Assunção e às demais normas que regulam a integração", destacou.



A representação paraguaia no Parlamento do MERCOSUL assegura que o Brasil ofende o Paraguai ao empregar efetivos do Exército, Marinha e Força Aérea, pois o que era algo esporádico transformou-se em permanente.



Na prática, o que preocupa o Paraguai é a redução no número de turistas que atravessa a Ponte da Amizade. Isso reduz significativamente o comércio do lado paraguaio, em Ciudad Del Este.



Alfonso González Nuñez explicou que a população local sofre perdas irreversíveis em conseqüência da "estratégia agressora do desconsiderado sócio que, de novo, incorre num ato que desqualifica os princípios da boa vizinhança e de respeito a um genuíno processo de integração regional". 

Assuntos estratégicos

Aprovado projeto que permite a expulsão de estrangeiros acusados de Terrorismo

Aprovado projeto que permite a expulsão de estrangeiros acusados de Terrorismo

Brasília – O Projeto de Lei que proíbe a concessão de visto e determina a...
Brasil quer entrar no mercado mundial de lançamentos de satélites

Brasil quer entrar no mercado mundial de lançamentos de satélites

Brasília – O governo federal, por meio da Agência Espacial Brasileira (AEB) quer...
Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

O Senado do Paraguai postergou para março de 2019 a análise de três projetos de...
Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Na última terça-feira, 4, a governadora do Paraná, Cida Borghetti, e o ministro...
Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasília – O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu nesta...
Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Brasília - O governo do Paraguai intensificou o combate das ramificações das...
Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Brasília - O Brasil vai instalar três radares aéreos para o controle de voos de...
Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Brasília - O governo brasileiro encaminhou ao Congresso Nacional a Medida Provisória...
ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

Brasília – O Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência,...
Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...