Brasília, 18 de dezembro de 2018 - 18h22

Paraguai: Espanha preocupada por Cúpula Ibero-amer

03 de julho de 2012
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

Brasília - O governo da Espanha está preocupado com as repercussões da crise política no Paraguai e de como o assunto poderá impactar na próxima Cúpula Ibero-americana que será realizada em Cádiz, no mês de novembro.



Com o objetivo de garantir a presença de todos os Chefes de Estado e de Governo dos países latino-americanos, o governo espanhol multiplicou as visitas de seus representantes, incluindo o primeiro-ministro Mariano Raroy, o príncipe Felipe e o Rei Juan Carlos, aos países da região.



A Espanha entende que a presença desses líderes será determinante para o êxito do encontro. De acordo com a chancelaria espanhola, metade dos 22 governantes ibero-americanos confirmaram presença em Cádiz.



Na última Cúpula Ibero-americana realizada em Assunção, apenas onze presidentes estiveram presentes.



Madri também sabe que as recentes nacionalizações de empresas espanholas na Argentina e Bolívia, pode representar um problema para o sucesso da cúpula.



No caso do Paraguai, a Espanha havia reconhecido o governo de Federico Franco e voltou atrás. Agora, prefere alinhar-se as postura da União Europeia e do Mercosul.



O chanceler espanhol José Manuel García-Margallo acredita que o tema não irá prejudicar a realização do evento e confirmou as presenças dos presidentes da Argentina, Cuba, Paraguai e Venezuela.



No entanto, Cristina Kirchner prefere não assegurar sua viagem. Na recente cúpula do G-20 em Los Cabos, ela e o primeiro-ministro espanhol apenas se saudaram.



Hugo Chávez que não participou do encontro em Assunção, é outro que dificilmente irá. Além do tratamento de saúde, ele está concentrado no processo de reeleição presidencial. Raúl Castro é outra incógnita. Desde 2006 quando assumiu o comando de Cuba, não participou de nenhuma Cúpula Ibero-americana.



O ministério de Assuntos Exteriores da Espanha confirma as presenças dos presidentes da Bolívia, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Chile, Equador, El Salvador, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Peru e Uruguai.



Por conta da perda de prestígio da Cúpula Ibero-americana, o evento poderá deixar de ser realizado todos os anos e passar a ser um encontro bianual.

Assuntos estratégicos

Senado aprova projeto de combate ao Terrorismo e à lavagem de dinheiro

Senado aprova projeto de combate ao Terrorismo e à lavagem de dinheiro

Brasília – O Senado aprovou nesta quarta-feira, 12, o projeto de lei da senadora Ana...
Foz do Iguaçu terá sistema pioneiro de migração fronteiriça

Foz do Iguaçu terá sistema pioneiro de migração fronteiriça

Brasília - A fronteira de Foz do Iguaçu com a Argentina será a primeira do...
Aprovado projeto que permite a expulsão de estrangeiros acusados de Terrorismo

Aprovado projeto que permite a expulsão de estrangeiros acusados de Terrorismo

Brasília – O Projeto de Lei que proíbe a concessão de visto e determina a...
Brasil quer entrar no mercado mundial de lançamentos de satélites

Brasil quer entrar no mercado mundial de lançamentos de satélites

Brasília – O governo federal, por meio da Agência Espacial Brasileira (AEB) quer...
Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

O Senado do Paraguai postergou para março de 2019 a análise de três projetos de...
Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Na última terça-feira, 4, a governadora do Paraná, Cida Borghetti, e o ministro...
Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasília – O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu nesta...
Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Brasília - O governo do Paraguai intensificou o combate das ramificações das...
Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Brasília - O Brasil vai instalar três radares aéreos para o controle de voos de...
Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Brasília - O governo brasileiro encaminhou ao Congresso Nacional a Medida Provisória...