Brasília, 15 de setembro de 2019 - 12h02
Paraguai já expulsou 120 brasileiros vinculados com o crime organizado

Paraguai já expulsou 120 brasileiros vinculados com o crime organizado

28 de junho de 2019 - 15:15:25
por: Marcelo Rech
Compartilhar notícia:

Brasília – O Paraguai expulsou, desde agosto do ano passado, 120 brasileiros vinculados com o crime organizado. Pelo menos 12 aguardam decisão semelhante. A informação é do ministro do Interior, Juan Ernesto Villamayor e foi apresentada em reunião do Conselho de Segurança do país, liderado pelo presidente Mario Abdo Benítez.

Villamayor revelou ainda que outras medidas estão sendo estudadas e implementadas para reduzir a incidência de organizações criminosas de origem brasileira no Paraguai. A decisão de expulsá-los busca, entre outras coisas, impedir que os criminosos permaneçam no país enquanto são analisados os respectivos processos de extradição.

O ministro informou ainda que há muitos brasileiros detidos e que serão expulsos, mas por delitos de outra natureza, sem vínculos com organizações criminosas. O próximo narcotraficante brasileiro a ser despachado será Natanael Ferreira de Oliveira, membro ativo do Comando Vermelho (CV). Oliveira responde por vários delitos relacionados com documentação falsa, no Paraguai.

O governo paraguaio informou também que cerca de 300 detentos brasileiros, vinculados a grupos criminosos brasileiros, continuarão nas prisões do país por não responderem a processos no Brasil.

Juan Ernesto Villamayor revelou ainda que o Paraguai necessita de uma prisão de segurança máxima destinada aos membros do Primeiro Comando da Capital (PCC), do Comando Vermelho (CV) e outras organizações menores. Hoje, a população carcerária do Paraguai supera em três vezes a sua capacidade.