Relações Exteriores

Cooperação
14/05/2013
Geopolítica
14/05/2013

Integração Regional

Paraguai quer retorno ao Mercosul e UNASUL

Brasília – O presidente eleito do Paraguai, Horacio Cartes, afirmou nesta segunda-feira, 13, o interesse em negociar o fim da suspensão do Paraguai do Mercosul e da UNASUL, que já dura onze meses. Cartes espera que a solução para a crise seja encontrada até a sua posse em 15 de agosto. Antes disso, em julho, assumem os novos deputados e senadores eleitos em 21 de abril.

Segundo ele, “queremos voltar a eles (Mercosul e UNASUL) e todos conhecem a nossa disposição”. Horacio Cartes conversou sobre o tema com os presidentes Dilma Rousseff, Cristina Kirchner, José Pepe Mujica e Nicolás Maduro, que assume a presidência pro tempore do Mercosul em 28 de junho.

Considerado persona non grata no Paraguai, Maduro já expressou sua vontade de normalizar as relações com o país vizinho. “Não temos problemas com esse país. O presidente Maduro me chamou com boa vontade e me disse que há interesse em que tudo se acerte e que as dificuldades envolvendo o Paraguai façam o menor barulho possível”, explicou Cartes.

O Mercosul responde por 72% do território da América do Sul, cerca de três vezes a área da União Europeia. Com o ingresso da Venezuela, o bloco passa a contar com um Produto Interno Bruto (PIB) de US$ 3,32 trilhões e uma população de 275 milhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *