Defesa

Brasil terá pacote de projetos para o Haiti
03/02/2010
Brasil manda mais 900 militares ao Haiti
03/02/2010

Parentes de militares mortos terão benefício

Parentes de militares mortos terão benefício

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira a proposta do governo que concede auxílio especial de R$ 500 mil aos dependentes dos 18 militares do Exército mortos durante o terremoto de janeiro no Haiti.

O texto ainda precisa passar pelo Senado para entrar em vigor.

Pela proposta, os dependentes estudantes também terão direito a uma bolsa de R$ 510 até os 18 anos ou, no caso de universitários, até os 24 anos.

De acordo com o governo, o auxílio especial será concedido sem prejuízo dos demais benefícios a que têm direito os militares.

Nesta quinta-feira, a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, do Senado, deve votar requerimento convidando o ministro Nelson Jobim para falar em audiência pública sobre a presença brasileira no Haiti.

Uma comitiva de deputados pretende ir ao país para avaliar a situação e pelo menos um partido, o PSOL, deve pedir o retorno imediato das tropas e saída de todos os militares do Haiti.

Contingente

O governo prevê que até a próxima sexta-feira, será concluída a troca de contingente dos militares brasileiros que atuam no Haiti.

Além dos 1.266 militares que o Brasil mantém no Haiti, outros 900 serão enviados ao país até o Carnaval.

Em janeiro, o Congresso aprovou a mensagem do governo que dobra o seu efetivo na Minustah.

Além dos 900 soldados de infantaria e policiais do Exército, outros 400 ficarão numa reserva podendo ser enviados ao país a qualquer momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *