EUA suspende compra do Super Tucano
05/01/2012
Política Externa
09/01/2012

Pacífico

Peru é a melhor opção para o acesso do Brasil aos mercados da Ásia

Brasília – O embaixador do Peru em Brasília, Jorge Bayona Medina, acredita que o seu país é a melhor opção para o Brasil acessar os mercados da Ásia via Pacífico. E não apenas porque o Peru integra a APEC, mecanismo de cooperação econômica da Ásia Pacífico, mas também por possuir infraestrutura que o conecta com as bacias do Atlântico e do Pacífico.

De acordo com Bayona Medina, a recém inaugurada rodovia Interoceânica do Sul é outro fator decisivo para que o Peru se transforme na “ponte” entre o Brasil e a Ásia.

“Definitivamente, o nosso país é a melhor opção para o Brasil em relação Ásia Pacífico”, afirmou.

O embaixador explicou que o Brasil exporta apenas para a China, seu principal parceiro comercial, um total de US$ 40 bilhões, dos quais US$ 15 bilhões correspondem a minério de ferro e outros US$ 10 bilhões à soja que é produzida nos estados do Centro-Oeste, muito próximos à fronteira com o Peru.

Além disso, citou a Zona Franca de Manaus que importa da Ásia, de países como Coréia do Sul e Japão, cerca de US$ 3,5 bilhões em insumos eletrônicos.

“É um fluxo comercial de grande importância e o Peru tem uma grande oportunidade de ser a ponte que une o Brasil com os mercados asiáticos”, destacou.

O embaixador peruano disse ainda que as conexões através dos portos peruanos do Pacífico com a região Centro-Oeste do Brasil são 40% mais econômicas que as rotas atuais.

“Por tanto, o Peru é a opção mais viável, em termos de tempo e custos, para que os produtos brasileiros cheguem à Ásia”, concluiu.

Segundo Bayona Medina, para consolidar essa alternativa, o Peru deverá fortalecer a infraestrutura dos seus portos do Pacífico, melhorar os portos fluviais que unem o país ao Brasil (Yurimaguas, Iquitos e Pucallpa), realizar obras de dragagem e conversão em hidrovias dos rios Huallaga, Marañón, Ucayali e Amazonas, além de transformar a CETICOS Paita em uma Zona Franca semelhante à existente em Manaus.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *