Brasília, 21 de fevereiro de 2019 - 08h03

Peru exporta gás ao Brasil e preocupa Bolívia

07 de outubro de 2010
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

O Brasil é o primeiro cliente da Pampa Malchorita, do Peru, na América do Sul, e já recebe o gás natural apenas três meses após o início das operações da empresa.



De acordo com a estatal Peru Petro, em agosto, foram embarcados 138,4 mil metros cúbicos de gás natural destinados ao porto do Rio de Janeiro.



Um segundo embarque de 135,6 mil metros cúbicos deixou o Peru em 2 de setembro com o mesmo destino.



Desde junho quando começou a operar a liquefação de gás natural, o Peru já conquistou os mercados do Brasil, Canadá, Estados Unidos e Espanha.



Enquanto isso, a Bolívia parou na Argentina e Brasil, que já não são dependentes do produto boliviano, pois implementaram suas capacidades de produção, ou diversificaram os fornecedores.



Além disso, o cenário para o gás natural da Bolívia não é nada animador. Como o produto tem o gasoduto como única via de transporte, muitos preferem recorrer a outros produtores que embarcam o gás em navios.



O gás natural é o principal produto exportado pela Bolívia e responsável por mais de 50% do PIB do país.