Discurso do presidente Lula na apresentação dos no
03/04/2007
Força Aérea Brasileira recebe três aeronaves C-105
03/04/2007

Presidente do Equador vem em busca de parcerias

Presidente do Equador vem em busca de parcerias

Nesta quarta-feira, o presidente do Equador, Rafael Correa, realiza visita de Estado ao Brasil, a convite do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Correa estará acompanhado de comitiva que inclui os ministros de Relações Exteriores, Comércio e Integração, María Fernanda Espinosa; de Economia e Finanças, Ricardo Patiño; e de Energia e Minas, Alberto Acosta.

Antes do encontro com Lula, Rafael Correa será recebido pelos presidentes da Câmara e do Senado.

De acordo com o Itamaraty, a visita permitirá examinar os principais assuntos da agenda bilateral e ressaltar o interesse recíproco em estreitar as relações políticas, econômicas e de cooperação entre os dois países.

Serão examinados, dentre outros, temas relacionados à energia, integração física, comércio, investimentos, assistência social, defesa e saúde.

O Ministério das Relações Exteriores informou que na área de infra-estrutura, empresas brasileiras com financiamento do BNDES ou com recursos próprios, têm sido responsáveis pela execução de importantes obras no Equador, entre elas a construção da Hidrelétrica de São Francisco, que será responsável por 12% da oferta energética equatoriana quando entrar em operação no final deste mês.

O tema energia deverá merecer destaque na reunião entre os dois presidentes. A Petrobras atua no Equador desde 2002 e já investiu mais de US$ 461 milhões no país.

Recentemente, a empresa foi alvo de protestos. Correa é considerado um discípulo do presidente venezuelano Hugo Chávez e estaria disposto a oferecer à Petrobras, o mesmo tratamento que a empresa recebeu por parte do colega boliviano Evo Morales.

Por outro lado, Rafael Correa busca parcerias para incrementar a economia do país. O intercâmbio comercial com o Brasil atingiu, em 2006, US$ 903,72 milhões, com superávit de US$ 842,94 milhões para o Brasil (US$ 873,33 milhões de exportações e US$ 30,39 milhões de importações).

Em julho, deverá ser realizada, em São Paulo, rodada de negócios Brasil-Equador, que incluirá seminários sobre o setor de etanol/biodiesel.

O Itamaraty informou ainda que deverão ser firmados atos bilaterais com vistas à ampliação da cooperação nas áreas social, energética, trabalhista, agrícola, de biocombustíveis, de governo eletrônico, de TV digital, de saúde, de defesa, de turismo, e de treinamento diplomático.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *