Brasília, 15 de outubro de 2018 - 19H41

Cláusula democrática

03 de dezembro de 2015
por: InfoRel

Brasília - O presidente do Paraguai, Horacio Cartes, recebeu nesta quarta-feira, 2, a esposa do líder venezuelano Leopoldo López que está preso há mais de um ano acusado de conspirar contra o governo. Ao lado de Lilian Tintori, Cartes afirmou que “muito além do 6 de dezembro, o Paraguai está com a Venezuela para lograr o resgate da democracia e dos direitos fundamentais”.



“Contei ao presidente Cartes sobre os atentados vividos na semana passada. Disse-lhe que a Venezuela vive sob um Estado terrorista, e me pediu para não parar de lutar, para seguir levando a voz do meu povo ao mundo”, afirmou Tintori. Cartes foi o primeiro presidente latino-americano em exercício que a recebeu.



Ela aproveitou a oportunidade para fazer um chamado “à todos os presidentes, todos os líderes da região que dêem o passo com coragem, e que não esperem que ocorram coisas piores na Venezuela porque estamos sob um terrorismo de Estado”, enfatizou.



Lilian Tintori pediu ao presidente paraguaio que invoque a cláusula democrática do Mercosul, no próximo dia 21, durante a cúpula presidencial, como forma de enquadrar a Venezuela nas regras previstas no bloco. O presidente eleito da Argentina, Mauricio Macri, prometeu fazê-lo em sua estreia nas cúpulas presidenciais da região.


Assuntos estratégicos

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...