Defesa

Terrorismo
17/08/2005
CPLP
17/08/2005

Forças Armadas

Presidente evita falar da crise em cerimônia com militares

Senhor José Alencar, vice-presidente da República e ministro da Defesa,

General-de-Exército Jorge Armando Félix, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional,

Minha querida companheira Marisa,

Almirante-de-Esquadra Roberto de Guimarães Carvalho, comandante da Marinha,

General-de-Exército Francisco Roberto de Albuquerque, comandante do Exército,

Tenente-Brigadeiro-do-Ar Luiz Carlos da Silva Bueno, comandante da Aeronáutica,

Senhores oficiais-generais,

Senhores e senhoras integrantes das Forças Armadas,

Meus amigos e minhas amigas,

Estar reunido aqui para receber os cumprimentos dos oficiais-generais recém-promovidos é mais uma oportunidade para que possamos enaltecer o profissionalismo e a elevada capacidade das nossas Forças Armadas.

Tenho consciência de que essa promoção significa um grande marco na carreira profissional de cada um dos senhores, além de representar a natural renovação e revigoramento dos escalões superiores das Forças às quais pertencem.

Em minhas viagens pelo Brasil, o que vejo sempre é o imenso esforço de nossos oficiais e praças, dedicando-se com afinco ao país, não importando em que parte do território estejam servindo, quais atividades desempenham ou as condições que tenham de superar para realizar seu trabalho.

Todas as vezes que posso reafirmo – como Presidente e como cidadão – o orgulho que sinto do patriotismo demonstrado no dia-a-dia pelos integrantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica no cumprimento de sua missão constitucional.

Nossas Forças Armadas têm ajudado a valorizar e a difundir o espírito cívico em todo o território nacional, atuando nas regiões mais longínquas e de maior carência, profissionalizando nossos jovens recrutas e contribuindo para que tenhamos cada vez mais orgulho do nosso país.

É indiscutível o papel que as Forças Armadas têm desempenhado no desenvolvimento social do Brasil.

A realização do Serviço Militar, nas diversas unidades espalhadas por todo o território brasileiro representa, por si só, uma excelente oportunidade de formação para milhares de jovens.

São conhecidos os diversos benefícios aos quais os recrutas têm acesso, como a obtenção de noções de cidadania e patriotismo, e de conhecimentos técnicos e profissionais que facilitam a sua integração futura no mercado de trabalho. Sem falar no desenvolvimento corporal por meio das atividades físicas.

Merece destaque, ainda – em particular no Nordeste e na Amazônia – a participação desses jovens na construção de estradas e açudes, na distribuição de alimentos e água, nas campanhas de vacinação e atendimento médico-odontológico, nos pelotões de fronteira e nas unidades operacionais e hospitalares.

Este é um trabalho social já tradicionalmente desempenhado pelas Forças Armadas nos mais diversos recantos do Brasil, sempre merecedor de maior divulgação e reconhecimento.

Senhores oficiais-generais,

É grande a responsabilidade de conduzir os destinos das nossas Forças Armadas.

Quero lhes dizer que o Brasil, uma sociedade democrática, dinâmica e moderna, que vem melhorando firmemente os seus níveis de desenvolvimento e prosperidade, precisa dispor de instituições cada vez mais compatíveis com as nossas dimensões e com o nosso papel no mundo.

Isso significa Forças Armadas bem equipadas e adestradas para defender os interesses nacionais, capazes de garantir a soberania e a integridade territorial, assegurando adequado poder de dissuasão e contribuindo, assim, para a paz, a segurança e o desenvolvimento nacionais.

Tenham certeza de que estamos nos empenhando firmemente para alcançar esses objetivos, buscando as soluções mais viáveis e adequadas. Congratulo-me pela dedicação e pelo espírito de profissionalismo, cultivados ao longo de suas carreiras, que os fazem conscientes de seus deveres e de suas responsabilidades e nos dão a certeza de que enfrentaremos o porvir com tranqüilidade e segurança.

A presença de cada um dos senhores aqui hoje, no Palácio do Planalto, representa uma vitória pessoal, profissional e também uma vitória de suas famílias.

Só os senhores sabem o esforço e as dificuldades que enfrentaram para alcançar essa promoção. Mas ela é uma prova cabal de que a dedicação, a disciplina e a persistência sempre valem a pena.

Saibam que, ao serem promovidos, a responsabilidade dos senhores para com o Brasil é ainda maior. Tenho certeza de que estamos e estaremos juntos na difícil, mas honrosa, missão de desenvolver o nosso país com democracia e justiça social.

Foi uma grande satisfação tê-los conhecido pessoalmente. Desejo a todos muitas felicidades no cumprimento das novas e relevantes missões que lhes serão atribuídas. Boa sorte. E recebam os meus parabéns, e da minha esposa, extensivos também aos seus familiares.

Muito obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *