Brasil

Gás e Petróleo
27/06/2016
Diplomacia
27/06/2016

Integração

Presidente Michel Temer defende MERCOSUL mais flexível

Brasília – O presidente Michel Temer defendeu nesta sexta-feira, 24, um MERCOSUL mais flexível e “capaz de dar maior liberdade aos seus sócios para a busca de novos acordos comerciais e para uma universalização de suas relações”. Temer recebeu nesta sexta-feira, a cartas credenciais de 11 novos embaixadores estrangeiros e tratou deste tema com vários deles.

Segundo ele, “o MERCOSUL é um organismo importante, não há dúvidas, mas o Brasil muitas vezes tem dificuldades para fechar novos acordos porque está preso aos compromissos do bloco”, explicou. Ele lamentou que as regras do MERCOSUL impeçam que Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela, abram negociações de forma individual.

Na avaliação do presidente, “esta é uma regra que deveria ser revisada”. “Temos que discutir um pouco o MERCOSUL para poder dar novas diretrizes, mais seguras a essa intenção de universalizar as nossas relações”, defendeu.

Para Temer, “é de fundamental importância a discussão de um acordo de livre comércio que o MERCOSUL mantém com a União Europeia”. Sobre a decisão do Reino Unido de retirar-se do bloco europeu, Temer foi categórico: “não discutimos as decisões políticas de outros países”. No entanto, ele reconheceu que o Brasil irá avaliar até que ponto a decisão trará consequências ao país.

Nesta sexta-feira, 24, o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, reuniu-se com o embaixador britânico no Brasil, Alex Ellis, para discutir como a decisão do Reino Unido pode afetar a economia global e o processo de recuperação fiscal brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *