Crise Política
17/06/2005
Livre Comércio
17/06/2005

Energia

Presidentes do Mercosul querem dar fôlego ao bloco

Os presidentes dos países que integram o Mercosul reúnem-se nos dias 19 e 20, em Assunção, durante a XXVIII Cúpula de Chefes de Estado dos Países do Mercosul, com o objetivo de fazer o bloco reencontrar seu caminho. Nesta quinta-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva teve reunião com o vice-presidente argentino, Daniel Scioli.

Nesta sexta-feira, os ministros argentinos Rafael Bielsa e Roberto Lavagna, tentarão fechar um acordo interno para apresentarem em Assunção. O principal tema do encontro é a resistência do Brasil de permitir a adoção de um instrumento que restrinja suas exportações para a Argentina.

Comenta-se que o Paraguai apresentaria uma terceira proposta, que inclui a adoção de salvaguardas automáticas, defendidas pelos argentinos. O Brasil chega a Assunção disposto a derrubar essas tentativas e vai propor a realização de um novo encontro em 30 dias, em Brasília, para tratar das questões comerciais.

Pelo menos nove presidentes estarão em Assunção. Já confirmaram presença os presidentes Luiz Inácio Lula da Silva [Brasil], Nestor Kirchner [Argentina], Tabaré Vazquez [Uruguai], Ricardo Lagos [Chile], Alfredo Palácio [Equador], Álvaro Uribe [Colômbia], Hugo Chávez [Venezuela], Alejandro Toledo [Peru] e Martín Torrijos [Panamá]. Apenas o presidente interino da Bolívia, Eduardo Rodríguez não deve comparecer.

Cooperação trilateral

Os presidentes Nestor Kirchner, Hugo Chávez e Luiz Inácio Lula da Silva, deverão reunir-se no próximo dia 28, na Venezuela, para avaliarem as propostas de cooperação trilateral, sobretudo em matéria de energia. A informação foi confirmada pela chancelaria venezuelana nesta quinta-feira.

Chávez teria tratado do assunto com o presidente argentino na última quarta-feira. Lula estará na Colômbia nos dias 26 e 27 e deverá seguir para a Venezuela logo após concluir a visita à Bogotá. A presença de Lula, no entanto, não foi confirmada pelo Planalto.

Os três presidentes já se reuniram quatro vezes, a última em Brasília, no mês de maio, durante a Cúpula América do Sul – Países Árabes. Na oportunidade, fecharam um acordo que prevê a criação de uma empresa petrolífera comum, a Petrosur e uma rede de televisão sul-americana denominada Telesur.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *