Programa Nacional de Segurança nas Fronteiras e Divisas agora em SC

Contra tráfico de drogas e contrabando, programa federal de segurança nas fronteiras chega a Santa Catarina. Agora, são dez os estados brasileiros que integram o Programa Nacional de Segurança nas Fronteiras e Divisas (VIGIA). As ações estratégicas vão envolver núcleos de ponta das forças de segurança no território catarinense. É o que assegura o coordenador-geral de Fronteiras da Secretaria de Operações Integradas (Seopi) do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Eduardo Bettini.

Segundo ele, “nosso plano de ação em Santa Catarina reúne duas linhas de esforços: uma na fronteira e outra na divisa, com delegacias e unidades de fronteira trabalhando em conjunto. Haverá integração entre as unidades de fronteira, fornecendo apoio de delegacias especializadas da Polícia Civil e unidades especializadas da Polícia Militar. Nas divisas e em parte das fronteiras trabalharemos com instituições da Secretaria de Segurança Pública, em ações de inteligência e com equipes móveis integradas”, explicou. 

O VIGIA conta com mais de 1.500 agentes de segurança pública federais e estaduais, além de órgãos de fiscalização e controle, e da área de defesa. Unindo as principais instituições que atuam na fronteira do país, o programa já impôs um prejuízo de cerca de R$ 750 milhões a organizações criminosas. Também evitou um prejuízo de mais de R$ 250 milhões aos cofres públicos referentes ao que deixaria de ser arrecadado, em impostos com o contrabando de cigarros. O programa apreendeu, ainda, mais de 125 toneladas de drogas, cerca de 50 milhões de maços de cigarros, mais de 130 embarcações roubadas, além de 1350 veículos roubados recuperados.

Até o momento, foram investidos mais de R$ 40 milhões em equipamentos. A previsão é investir R$ 22 milhões em sistemas de comunicação nas fronteiras, R$ 1,7 milhões em viaturas, R$ 1,5 milhões em óculos de visão noturna e R$ 300 mil em kits de atendimento pré-hospitalar tático.

Marcelo Rech – 05/05/2020

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *