Brasília, 15 de outubro de 2018 - 21H43

PT- Farc

15 de maro de 2005
por: InfoRel
Nota da Liderança do PSDB no Senado

A denúncia publicada pela revista VEJA desta semana, edição nº 1.896, sobre doação de cinco milhões de dólares das FARC para a campanha de candidatos petistas nas eleições de 2002, é muito grave e precisa ser seriamente investigada.

A confirmar-se a denúncia, que traz informações muito detalhadas, a própria eleição do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva estaria maculada, pois se dinheiro das FARC beneficiou candidatos petistas, indiretamente beneficiou a campanha presidencial.

Não se trataria apenas de dinheiro estrangeiro canalizado para campanha eleitoral brasileira – o que em si já seria muito grave – mas de dinheiro sujo, criminoso, oriundo da narcoguerrilha, da corrupção e de seqüestros e mortes até de brasileiros, e de uma organização que combate governo legitimamente eleito de um paà­s, a Colômbia, com o qual o Brasil mantém fraternas relações.

A denúncia é mais um fato a desmascarar a pureza com que o PT fazia questão de apresentar-se à  sociedade. Vem juntar-se a casos como os de Waldomiro Diniz, Santo André, Banco do Brasil, não devidamente apurados e que envolveriam falta de escrúpulos na busca de financiamento de campanhas eleitorais. O fato denunciado pela revista VEJA, porém, ultrapassa quaisquer limites e a Nação quer vê-lo totalmente esclarecido.

Brasà­lia, 14 de março de 2005

Senador Arthur Virgà­lio

Là­der do PSDB

Assuntos estratégicos

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...