Defesa

Geopolítica
22/11/2015
Comércio Exterior
22/11/2015

Exército

Purificador de água do Inpa é adaptado para operações militares

Brasília – Um purificador de água que pode ser transportado nas costas dentro de uma mochila promete resolver um problema enfrentado pelos militares nas operações de selva – a falta de água potável. A invenção do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI), o Água Box, foi adaptada para uma versão compacta do equipamento, em parceria com os engenheiros do Exército Brasileiro em Manaus.

De acordo com o titular do Comando Militar da Amazônia (CMA), general Theophilo Gaspar, a ideia é multiplicar o aparelho como material de emprego militar para ser usado pelo Exército. No início deste mês (de 4 a 12 de novembro), o sistema foi testado com sucesso na Operação Machifaro 2, desenvolvida em Iranduba (AM). "Esse equipamento simples veio para resolver um problema que enfrentamos há muito tempo nas operações de selva", reconheceu o militar.

Um protótipo do aparelho foi apresentado no 1º Seminário Internacional de Operações na Selva, realizado no Clube do Trabalhador do Serviço Social da Indústria (Sesi), entre 17 e 19 deste mês.

A versão original consiste em um purificador de água em formato de caixa que pesa aproximadamente 13Kg e é capaz de purificar até 400 litros de água por hora. O aparelho funciona à base de energia solar, que carrega uma bateria para acionar uma lâmpada que emite radiação ultravioleta. Já a versão adaptada para uma mochila pesa aproximadamente 8 kg e tem capacidade de purificar até 300 litros por hora.

O Água Box tradicional já foi implantado em comunidades ribeirinhas da Amazônia, aldeias indígenas e em Nampula, uma região de Moçambique, na África. Nos próximos dias, duas unidades do equipamento serão instaladas em uma das 12 aldeias yanomami, em Santa Isabel do Rio Negro (AM).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *