Relações Exteriores

Brasil apóia Coréia do Sul no Conselho de Seguranç
29/05/2012
Senador boliviano pede asilo ao Brasil e é acusado
30/05/2012

Rei visita o Brasil e Espanha aceita discutir acor

Rei visita o Brasil e Espanha aceita discutir acordo sobre deportação

Brasília – O governo espanhol finalmente aceitou sentar-se à mesa para discutir um acordo que ponha fim às deportações de brasileiros que chegam ao país ou estão em trânsito. O anúncio foi feito nesta terça-feira, 29, pela chefe do Departamento Consular e de Brasileiros no Exterior do Ministério das Relações Exteriores, ministra Maria Luiza Lopes.

Segundo ela, a Espanha só demonstrou interesse no diálogo após a adoção das medidas de reciprocidade pelo Brasil. “Nas reuniões anteriores, tivemos muita dificuldade em obter concessões, mas, a partir de agora, estamos em uma situação de relativo equilíbrio. O que queremos deles eles também vão querer de nós. Antes era um diálogo de surdos”, afirmou.

Há 15 dias, os ministros de Relações Exteriores dos dois países anunciaram em Brasília que o tema seria resolvido definitivamente, pois a decisão política havia sido tomada.

Antonio Patriota e José Manuel García-Margallo orientaram as respectivas chancelarias para que pusessem fim às polêmicas. A primeira reunião acontece nesta segunda-feira, 4, em Madri.

O Brasil vai pressionar pela redução das exigências feitas para a entrada de brasileiros na Espanha.

De acordo com o Itamaraty, o governo brasileiro exige o estabelecimento de uma linha direta para que sejam resolvidos rapidamente os casos mais duvidosos.

Maria Luiza Lopes explicou que deportações não podem ser autorizadas por questões técnicas.

Além disso, destacou que a Espanha não pode submeter os brasileiros a humilhações e discriminação.

O embaixador Eduardo Gradilone Neto, Subsecretário-Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior, afirmou que os maus-tratos aos brasileiros continuam mesmo após as promessas feitas em Brasília pelo chanceler García-Margallo, de que isso não ocorreria mais.

Visita real

Num esforço por mudar a imagem negativa da Espanha no Brasil, o Rei Juan Carlos visita o país nos dias 3 e 4 de junho.

Ele se reunirá com a presidente Dilma Rousseff para tentar amenizar a irritação da governante com o tratamento dispensado pelos espanhóis aos brasileiros.

Entre 4 e 6, ele estará no Chile.

Juan Carlos estará no Brasil na companhia do ministro de Assuntos Exteriores e Cooperação da Espanha, José Manuel García-Margallo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *