Brasília, 18 de fevereiro de 2019 - 12h47

MINUSTAH

23 de maro de 2005
por: InfoRel
Compartilhar notícia:
O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Donald Rumsfeld, já está a caminho de Manaus, onde assistirá palestra sobre a vigilância da Amazônia e conhecerá os projetos SIPMA/SIVAM.

Na manhã desta quarta-feira, ele esteve como o vice-presidente e ministro da Defesa, José Alencar, e com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Durante os dois encontros, Rumsfeld fez questão de elogiar a atuação do Brasil no comando das tropas da MINUSTAH, no Haiti. Na terça-feira, em Buenos Aires, ele colocou em dúvidas, a capacidade do Brasil de estabilizar o paà­s e permitir que as eleições previstas para o final do ano, realmente possam ser realizadas.

Donald Rumsfeld que não aprovou as medidas anunciadas pelo Secretário-Geral da ONU, de reforma da organização, preferiu sair pela tangente quando perguntado sobre o apoio norte-americano a pretensão brasileira de ocupar um assento permanente no Conselho de Segurança.

Rumsfeld afirmou que essa é uma prerrogativa do presidente George W. Bush, e da Secretária de Estado, Condoleezza Rice. Segundo ele, "o Departamento de Defesa não tem voz ou qualquer papel na determinação da posição do Brasil no Conselho de Segurança".

Em Manaus, além da palestra sobre o funcionamento e a coleta de dados dos Sistema de Proteção da Amazônia [Sipam], e Sistema de Vigilância da Amazônia [Sivam], Donald Rumsfeld vai tratar de detalhes sobre a recém regulamentada Lei do Abate. Ele parte ainda hoje para a Guatemala onde encerra o giro latino-americano.