Agenda

Parceria estratégica Brasil-Itália
13/04/2010
II Cúpula do BRIC
13/04/2010

Segurança Internacional: Perspectivas Brasileiras

Segurança Internacional: Perspectivas Brasileiras

O futuro da energia e das armas nucleares e a militarização do espaço são alguns dos tópicos a serem abordados, nesta quarta-feira (14/04), no 2º evento do Ciclo de Seminários “Segurança Internacional: Perspectivas Brasileiras”.

O Seminário, que terá como  tema geral a questão dos Desafios Contemporâneos, será realizado na FAAP (Fundação Álvares Penteado), em São Paulo.

Informações sobre o evento, que tem vagas limitadas, podem ser obtidas pelo telefone (11) 3662-7518 ou por meio do link www.faap.br/rsvp.

Para conhecer a programação do Ciclo, e o currículo de cada palestrante, o interessado deverá acessar o site da FAAP.

O Embaixador Sérgio Amaral apresentará o tema “Invocações do conceito de segurança climática: reflexos para os países em desenvolvimento”.

Amaral foi Embaixador do Brasil em Londres e em Paris, representante do país junto à OCDE, ministro de Estado do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Presidente do Conselho da Câmara do Comércio Exterior (CAMEX), presidente do Conselho do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), ministro de Estado da Comunicação Social e Porta-Voz do Presidente da República.

Já o segundo tópico do seminário “Responsabilidade de proteger ou nova forma de intervencionismo”ficará a cargo de Gélson Fonseca Jr., representante permanente do Brasil junto às Nações Unidas (1999-2003), Embaixador em Santiago (2003-2006) e Cônsul-Geral em Madri (2006-2009).

O deputado Aldo Rebelo será o responsável pelo terceiro tópico da painel da manhã, abordando o tema “Soberania e intervenção em questões ambientais”

Encerrará o painel matutino o conferencista Rex Nazaré Alves, com o tema “O futuro da energia e das armas nucleares”.

Alves é Diretor de Tecnologia da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ) e membro da Comissão Deliberativa da CNEN.

À tarde, o painel começará com o tema “A proliferação de armas de destruição massiva: mito ou realidade?”, a cargo do jornalista William Waack que, antes de trabalhar na TV Globo, passou pelas principais redações do país, com destaque para O Globo, Jornal do Brasil, O Estado de São Paulo e Veja.

Em seguida, será a vez de o professor Eugenio Diniz falar sobre o tópico “Terrorismo catastrófico: inimigo real ou imaginário?”.

O Professor Eugenio Diniz é doutor em Engenharia de Produção (Estudos Estratégicos) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), mestre em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (USP), e é graduado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – PUC Minas.

O avanço da tecnologia militar e a compressão do espaço estratégico em escala global”, será o tópico seguinte do painel vespertino, a ser analisado pelo jornalista Mário Alberto de Almeida.

Ele estudou Engenharia na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, Física e Economia nessa mesma universidade. Atuou na área jornalística em revistas como Exame e Veja, tendo realizado trabalhos como repórter e redator, editor assistente, editor e colunista.

Por último, o 2º. Evento do Ciclo de Seminário terminará com o tema “A militarização do espaço: desafios para as potências médias?”, a ser analisado pelo brigadeiro Cleonilson Nicácio Silva.

O Tenente-Brigadeiro-do-Ar Nicácio exerce atualmente o cargo de Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica e foi presidente da Infraero.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *