Relações Exteriores

Brasil e Bolívia firmam acordos
12/03/2009
Cuba: Deputados denunciam privilégio para diplomas
16/03/2009

Brasil – EUA

Sem procuração, Lula não falou de Cuba com Obama

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou aos jornalistas brasileiros na embaixada do Brasil em Washington que não falou de nenhum país específico, na reunião que teve com Barack Obama.

Lula disse que não tratou de Cuba, Venezuela ou Bolívia por não ter nenhuma procuração desses países para discutir suas relações com os Estados Unidos.

Ainda assim, o Brasil tenta convencer os Estados Unidos a levantarem o embargo econômico à ilha, mas já se daria por satisfeito com uma leve flexibilização.

Na reunião que tiveram no sábado na Casa Branca, Lula também não obteve sucesso em relação ao etanol brasileiro que continuará sendo taxado nos Estados Unidos.

Antes da viagem do presidente, o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, considerava inevitável que o embargo econômico a Cuba fosse discutido entre os dois presidentes.

Para Obama, ainda não é o momento para se flexibilizar as medidas contra Cuba.

Em seu programa de rádio “Café com o presidente”, Lula afirmou que as relações dos Estados Unidos com a América Latina devem ser de parceria e não de ingerência.

Para o presidente, Obama deve aproveitar a realização da Cúpula das Américas em abril, em Trinidad e Tobago, para se aproximar dos governantes latino-americanos.

De acordo com Lula, “os Estados Unidos precisam compreender que a América Latina e a América do Sul estão em um momento excepcional de fortalecimento das instituições e da democracia. Acho que Obama tem condições de fazer essa inflexão”.

Drogas

Lula anunciou que os países latino-americanos devem criar um conselho regional para tratar do combate ao narcotráfico, com o objetivo de evitar ingerências externas nessa questão.

Recentemente, os responsáveis pela agência norte-americana de combate às drogas, DEA, foram expulsos da Bolívia.

O presidente brasileiro explicou que o mecanismo deverá ser instituído no âmbito da União das Nações Sul-Americanas (Unasul) e funcionará como o Conselho Sul-Americano de Defesa, criado na semana passada no Chile.

Para Lula, “os Estados Unidos precisam nos olhar (América Latina) com espírito de parceria, não de fiscal que vai vigiar ou combater a luta armada. Isso não existe mais”.

G-20

Apesar das divergências conceituais, os presidentes Barack Obama e Luiz Inácio Lula da Silva pretendem criar um grupo bilateral para discutir uma saída para a crise financeira mundial a ser apresentada na reunião do G-20, no dia 2 de abril em Londres.

Lula falou em regulação financeira, algo que o ministro da Fazenda, Guido Mantega, rejeita. Além disso, o Brasil teria de aportar mais recursos para instituições multilaterais com o propósito de financiar o desenvolvimeno de países em desenvolvimento.

Em recente reunião dos BRIC`s (Brasil, Rússia, Índia e China), ficou acertado que nenhum dos quatro vai aumentar sua contribuição ao Fundo Monetário Internacional até que o FMI reveja sua posição em relação à crise.

Lula e Obama também falaram do protecionismo, mas pouco se avançou em relação à Rodada de Doha do comércio internacional. Obama explicou que a Secretária de Estado, Hillary Clinton, e o ministro Celso Amorim, devem se reunir novamente para discutir o assunto.

Participaram da reunião entre Lula e Obama, pelo lado brasileiro, a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), o ministro Celso Amorim (Relações Exteriores), o embaixador em Washington, Antonio Patriota, o assessor para Assuntos Internacionais Marco Aurélio Garcia e a chefe de gabinete de Amorim, Maria Laura.

Do lado norte-americano, James Steinberg, subsecretário de Estado; general James Jones, titular no Conselho de Segurança Nacional; Thomas Donilon, vice no Conselho; Dan Restrepo, assessor para assuntos de Hemisfério Ocidental do Conselho de Segurança Nacional; e Larry Summers, presidente do Conselho de Assessores Econômicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *