Brasília, 15 de dezembro de 2018 - 19h51

Embraer

16 de junho de 2005
por: InfoRel
Compartilhar notícia:
A licitação da Força Aérea Colombiana teve apenas a Embraer como candidata a fornecer 22 aviões de combate por cerca de US$ 234,5 milhões. Ainda assim, a decisão final será conhecida entre setembro e dezembro, quando a FAC anunciará as condições do contrato.

Especula-se que os presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e àlvaro Uribe, que têm encontro nos dias 26 e 27, poderiam tratar do assunto em Bogotá. É a segunda vez que a Embraer tenta vender o modelo Super Tucano à  FAC.

Em 2002, os Estados Unidos atravessaram as negociações e a Colômbia acabou não comprando nenhum avião. Fontes ligadas ao ministério da Defesa da Colômbia temiam que apenas uma empresa participasse da licitação.

Quatro empresas que participavam do processo, acabaram desistindo da licitação por acreditarem que a FAC privilegiava a empresa brasileira. Entretanto, especialistas brasileiros e colombianos em aviação militar, afirmam que estas empresas teriam que adaptar aviões de treinamento para combate.

O processo de licitação foi encerrado na manhã desta quarta-feira. O governo colombiano utilizou as recomendações feitas pela organização Transparência Internacional, como forma de evitar possà­veis contestações.

Para o vice-ministro da Defesa da Colômbia, não se trata de uma opção, mas de uma necessidade das Forças Armadas do paà­s. Segundo Jorge Mario Eastman, “o fator predominante é o combate aos grupos ilegais através da superioridade aérea, para apoiar as tropas terrestres”.

Ele afirmou que o fato de apenas a Embraer estar na briga, não garante de o contrato ser entregue à  empresa brasileira.
Caso a Embraer não cumpra com as exigências feitas pelo ministério da Defesa da Colômbia, o processo pode até ser cancelado.

Para os representantes da empresa tcheca Aero Vodochody, o processo estaria dirigido para que o Super Tucano fosse o eleito.

O processo teve inà­cio em 1997 e pode resultar na compra de até 36 aviões por US$ 549 milhões. Destes, 24 seriam aviões turbo-hélices como o Super Tucano.

A partir do dia 22, o ministério da Defesa inicia as provas técnicas com o avião selecionado, na base aérea de Apiay em Meta. O Super Tucano também será testado em outras bases.

Em setembro será possà­vel saber se o Super Tucano foi aprovado. Assinado o contrato, a Embraer terá de entregar os primeiros quatro aviões onze meses depois.

Assuntos estratégicos

Senado aprova projeto de combate ao Terrorismo e à lavagem de dinheiro

Senado aprova projeto de combate ao Terrorismo e à lavagem de dinheiro

Brasília – O Senado aprovou nesta quarta-feira, 12, o projeto de lei da senadora Ana...
Foz do Iguaçu terá sistema pioneiro de migração fronteiriça

Foz do Iguaçu terá sistema pioneiro de migração fronteiriça

Brasília - A fronteira de Foz do Iguaçu com a Argentina será a primeira do...
Aprovado projeto que permite a expulsão de estrangeiros acusados de Terrorismo

Aprovado projeto que permite a expulsão de estrangeiros acusados de Terrorismo

Brasília – O Projeto de Lei que proíbe a concessão de visto e determina a...
Brasil quer entrar no mercado mundial de lançamentos de satélites

Brasil quer entrar no mercado mundial de lançamentos de satélites

Brasília – O governo federal, por meio da Agência Espacial Brasileira (AEB) quer...
Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

O Senado do Paraguai postergou para março de 2019 a análise de três projetos de...
Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Na última terça-feira, 4, a governadora do Paraná, Cida Borghetti, e o ministro...
Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasília – O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu nesta...
Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Brasília - O governo do Paraguai intensificou o combate das ramificações das...
Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Brasília - O Brasil vai instalar três radares aéreos para o controle de voos de...
Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Brasília - O governo brasileiro encaminhou ao Congresso Nacional a Medida Provisória...