Brasília, 23 de outubro de 2018 - 05h43

Oriente Médio

04 de janeiro de 2005
por: InfoRel
Os deputados Jamil Murad [PCdoB-SP], Carlos Abicalil [PT-MT] e Murilo Zauith [PFL-MS], que integram a Liga Parlamentar àrabe-Brasileira, e o presidente do Tribunal Superior Eleitoral [TSE], ministro Sepúlveda Pertence, serão os observadores brasileiros nas eleições palestinas do próximo domingo, dia 9.

Cerca de 1,3 milhão de palestinos escolherão o sucessor do ex-là­der Yasser Arafat, que morreu em novembro nos arredores de Paris. Segundo a Justiça Eleitoral da ANP, 70% dos palestinos estão aptos a votar.

O coordenador da Liga, deputado Jamil Murad, afirmou que os observadores internacionais pretendem conferir legitimidade ao processo numa das regiões mais tensas e conflituosas do mundo. União Européia, Canadá e Estados Unidos também vão enviar observadores. Somente a União Européia enviará cerca de 260.

Para Murad, “a legitimação do processo eleitoral é um passo importante para cobrar uma nova atitude do mundo na conquista do Estado palestino". Já o presidente do TSE, viaja atendendo convite da Central Elections Comission, que é o órgão da Justiça Eleitoral da Autoridade Nacional Palestina.

Na medida em que se aproxima o pleito, o clima de tensão aumenta. Na manhã desta terça-feira, sete palestinos foram mortos pelo Exército israelense. São dez os candidatos a sucessão de Arafat. O favorito continua sendo Mahmud Abas, que já ocupa interinamente o cargo.

Assuntos estratégicos

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...