Agenda

Diplomacia & Negócios
17/02/2016
Política
17/02/2016

Política

UNASUL acompanhará referendo por reeleição ilimitada na Bolívia

Brasília – O Secretário-Geral da União das Nações Sul-Americanas (UNASUL), Ernesto Samper Pizano, anunciou nesta segunda-feira, 15, que a entidade formará uma missão eleitoral para acompanhar o referendo constitucional do próximo dia 21 quando estará em jogo a reeleição ilimitada do presidente Evo Morales, no poder há uma década. As próximas eleições presidenciais na Bolívia serão realizadas em 2019.

A missão da UNASUL será chefiada pelo ex-chanceler uruguaio Roberto Conde e terá como coordenador o presidente do Tribunal Superior de Justiça do Paraguai, Jaime José Bestard. Os dois foram eleitos por unanimidade pelo Conselho de Chanceleres do bloco.

Samper Pizano viajará a La Paz no próximo dia 18 quando se reunirá com o presidente Morales, visitará as obras de construção do Parlamento do Mercosul (Parlasul), e discutirá aspectos ligados ao corredor ferroviário bioceânico que ligará o Atlântico com o Pacífico. O projeto tem sido discutido por Bolívia, Brasil e Peru, mas, segundo a UNASUL, beneficiará ainda Argentina, Paraguai e Uruguai, por conta da conexão entre a ferrovia e a hidrovia Paraná – Paraguai.

Referendo

Para tratar especificamente do referendo constitucional, Samper se reunirá com a presidente do Tribunal Supremo Eleitoral, Katia Uriona, com os presidentes das câmaras de Deputados e do Senado, e os ministros das Relações Exteriores, das Obras Públicas, do Planejamento e de Governo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *