Brasília, 19 de novembro de 2018 - 06h22

UNASUL não sabe como lidar com a crise na Venezuel

06 de maro de 2014
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

Brasília - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, despachou seu ministro de Relações Exteriores, Elias Jaua, na semana passada, para um giro por quase todos os países da União das Nações Sul-Americanas (UNASUL), em busca de uma reunião extraordinária do bloco para discutir a crise interna. No entanto, os líderes regionais, inclusive aliados de Maduro, não sabem como lidar com a crise na Venezuela.



Evo Morales, presidente da Bolívia, é outro que busca reunir a maior quantidade possível de Chefes de Estado para referendar o apoio político que busca a Venezuela. Nesta quinta-feira, 6, ele reconheceu que a tarefa está complicada.



Seguindo rigidamente as instruções dadas por Maduro, Morales quer evitar que a Organização dos Estados Americanos (OEA) ganhe protagonismo com a crise venezuelana. O objetivo é esvaziar qualquer tentativa da OEA de tratar do assunto.



Morales também busca junto ao Suriname, presidente por tempore da UNASUL, apoio para que os líderes regionais sejam persuadidos a encontrarem tempo para o encontro. De acordo com o Tratado que criou a UNASUL, 100% dos Chefes de Estado devem aprovar qualquer convocação.
Por outro lado, o presidente boliviano não revelou que países e presidentes se opõem à convocação.



A mediação da OEA é considerada pelos países bolivarianos como "intervenção estrangeira" na Venezuela. "Antes, quando havia um conflito a OEA agia como patrão que vinha de fora resolver os nossos problemas internos, as vezes, da Embaixada dos Estados Unidos. Isso terminou, aqui temos a UNASUL e a CELAC", afirmou Evo Morales.

Assuntos estratégicos

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...
Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...