Brasília, 22 de fevereiro de 2019 - 04h27

UNASUL vai adotar transparência em gastos militare

24 de novembro de 2010
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

A União das Nações Sul-Americanas (UNASUL) decidiu nesta terça-feira, adotar procedimentos que permitirão aos países membros, tornar transparentes os gastos militares.



O bloco discutiu o assunto à margem a IX Conferência de Ministros da Defesa das Américas, que se realiza em Santa Cruz de la Sierra, Bolívia.



De acordo com a decisão, os 12 países da UNASUL terão ainda que transparentar suas estratégias e operações militares.



Na opinião do ministro da Defesa do Equador, Javier Ponce Ceballos, que responde pelo Conselho de Defesa Sul-Americano (CDS), os países da região decidiram abandonar as declarações midiáticas para passar às ações concretas.



O acordo ainda será submetido aos presidentes dos países que integram a UNASUL, o que acontecerá no dia 26 em Georgetown, Guiana.



“A aprovação deste acordo se deu como parte de um conjunto de medidas de confiança mútua para assegurar a paz na subregião”, explicou Ponce Ceballos.



Ele destacou ainda a importância de os países concordarem em informar o bloco sobre os acordos de cooperação que vierem a firmar com países de outras regiões.



O Congresso dos Estados Unidos deverá aprovar até o final do ano, medidas que permitirão ao governo norte-americano transparentar informações acerca de seus gastos militares.



Em junho, o presidente peruano Alan Garcia, denunciou que a América Latina gastou em cinco anos, US$ 25 bilhões de dólares em armamentos e que nos próximos cinco anos, serão gastos outros US$ 35 bilhões.