Brasília, 13 de dezembro de 2018 - 14h58
União Europeia faz esforço para garantir acordo comercial com o MERCOSUL

União Europeia faz esforço para garantir acordo comercial com o MERCOSUL

16 de novembro de 2017
por: InfoRel
Compartilhar notícia:
Brasília - Na quinta-feira, 9, o vice-presidente da Comissão Europeia para o Emprego, Crescimento, Investimento e Competitividade, Jyrki Katainen, visitou a Argentina e na sexta, 10, esteve no Brasil em um esforço para garantir a assinatura do acordo de livre comércio com o MERCOSUL. Diplomatas dos dois blocos estiveram reunidos entre os dias 6 e 10 em Brasília, em mais uma rodada de negociações. Em dezembro, os dois blocos voltam a tratar do assunto em Bruxelas e Buenos Aires.

De acordo com a Comissão Europeia, a presença de Katainen pretende fortalecer os entendimentos e agilizar o processo. Os europeus fixaram dezembro como data limite para a conclusão das negociações. Na visão europeia, há vontade política para que os dois blocos cheguem a um acordo ainda em 2017.

Em Buenos Aires, Jyrki Katainen teve reuniões com o presidente Mauricio Macri, com o ministro de Relações Exteriores, Jorge Faurie, e com membros do Parlamento. Na sexta, 10, em Brasília, ele reuniu-se com o presidente Michel Temer e com o ministro de Indústria e Comércio Exterior, Marcos Pereira. Ainda em Brasília, houve uma reunião ampliada com os chanceleres da Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai.

Na sexta, 10, no Palácio do Planalto, a comitiva europeia de mais um passo em direção à conclusão do acordo comercial com o MERCOSUL. De acordo com o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, os dois blocos estão próximos de viabilizar um acordo comercial até o final deste ano. Segundo ele, “já tivemos várias rodadas em que foram abordados temas de comércio, temas de regulamentos e concluímos hoje mais uma rodada de negociações”, informou após reunião com o presidente da República, Michel Temer, representantes do MERCOSUL e o vice-presidente da Comissão Europeia, Jyrki Katainen.

Segundo Nunes, o governo brasileiro, que exerce a presidência Pro-tempore do MERCOSUL, apresentou um pacote de intenções contendo números e mostrando a disposição de aproximação dos países membros do bloco da América do Sul e o bloco europeu.  “A partir de uma reação da União Europeia sobre esse pacote – se tiver um sinal positivo como esperamos – poderemos acelerar as negociações de tal maneira a concluí-la até o final deste ano. Enfim, o MERCOSUL se move”, explicou. Na sua avaliação, a conclusão das negociações pode ser um importante incentivo para que o MERCOSUL finalize acordos com outros blocos econômicos.

Na visão do representante da União Europeia, o acordo representa uma oportunidade de aumentar a confiança dos investidores e impactar de forma positiva o ambiente de negócios entre as nações. “Para os países membros da União Europeia, o acordo de associação proposta é de máxima importância. O primeiro resultado imediato vai ser que a confiança dos investidores crescerá [...] e haverá uma expressão de interesse maior”, afirmou Katainen.

Importante relação bilateral, a abertura de um acordo de livre comércio com a União Europeia é uma das prioridades do governo brasileiro no âmbito do comércio exterior. As negociações entre os dois blocos para um acordo de livre comércio foram iniciadas em 1999, interrompidas em 2004 e relançadas em 2010. Por meio da remoção de barreiras tarifárias e aplicação de regras justas ao comércio entre os países, o objetivo é expandir ainda mais o comércio entre os dois blocos, com benefícios econômicos importantes para os países envolvidos.

Uruguai

Enquanto isso, o ministro da Economia, do Uruguai, Danilo Astori, defendeu a celebração do tratado de livre comércio entre o MERCOSUL e a União Europeia. Em discurso proferido na Câmara Uruguaio – Alemã, em Montevidéo, ele afirmou que essa a melhor maneira de o MERCOSUL superar seus problemas internos. Além disso, destacou a importância da aproximação do bloco com a Aliança do Pacífico que reúne Chile, Colômbia, México e Peru.

O Uruguai também expressou o seu apoio à presidência paraguaia do MERCOSUL que será iniciada em janeiro de 2018. De acordo com o Embaixador uruguaio em Assunção, Federico Perazza, “o Paraguai tem uma experiência positiva no desmantelamento de obstáculos que impedem uma verdadeira integração comercial entre os membros do bloco”.

Assuntos estratégicos

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

O Senado do Paraguai postergou para março de 2019 a análise de três projetos de...
Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Na última terça-feira, 4, a governadora do Paraná, Cida Borghetti, e o ministro...
Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasília – O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu nesta...
Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Brasília - O governo do Paraguai intensificou o combate das ramificações das...
Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Brasília - O Brasil vai instalar três radares aéreos para o controle de voos de...
Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Brasília - O governo brasileiro encaminhou ao Congresso Nacional a Medida Provisória...
ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

Brasília – O Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência,...
Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...