Agenda

Política
23/01/2017
V CELAC
23/01/2017

Integração Regional

V Cúpula da CELAC tem diálogo com China e problemas com os documentos oficiais

Marcelo Rech, especial da República Dominicana

Punta Cana – A V Cúpula da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC), começou no último sábado, 21, com as reuniões de coordenadores nacionais e um diálogo técnico com a China. As reuniões de coordenadores não conseguiu avançar em relação aos documentos que serão firmados no dia 25 pelos Chefes de Estado e de Governo e as declarações especiais já seriam 20.

Esta será a edição da CELAC com a menor presença de Chefes de Estado e de Governo e já está marcada pelas fortes divergências principalmente entre os países menores da região. Na manhã desta segunda-feira, 23, a presidente do Chile, Michele Bachelet, cancelou sua participação no encontro. O presidente brasileiro Michel Temer e o chanceler José Serra também não participarão da Cúpula.

Neste domingo, 22, os ministros de Relações Exteriores de El Salvador, Hugo Martínez; da Nicarágua, Denis Moncada; e do Paraguai, Eladio Loizaga chegaram à Punta Cana, República Dominicana, onde se realiza a Cúpula.

O chanceler salvadorenho, Hugo Martínez, elogiou a presidência dominicana da CELAC. El Salvador receberá a presidência do bloco no dia 25 e a conduzirá por todo o ano de 2017. Em janeiro de 2018, em São Salvador, deverá transferi-la para a Bolívia, mesmo com fortes resistências do Chile.

Já o ministro de Relações Exteriores do Paraguai, Eladio Loizaga, afirmou que “o Paraguai está presente como corresponde nesta reunião da CELAC que tem como país anfitrião a República Dominicana e trazemos a nossa cooperação e o nosso empenho com o trabalho que vem sendo feito”, disse. O presidente Horacio Cartes não estará presente no evento.

Na valiação de Loizaga, “este será um encontro extraordinariamente importante atendendo aos novos acontecimentos que estão se apresentando no mundo. O Paraguai vem com disposição de dialogar e cooperar”, afirmou.

Os chanceleres terão um café da manhã nesta terça-feira, 24, antes de darem início à uma reunião que levará o dia todo. A ideia é que eles consigam superar os impasses em relação aos documentos que deverão ser firmados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *