Defesa

Mercosul: adesão da Venezuela é prioridade
10/07/2008
Estados Unidos
10/07/2008

Venezuela completa frota de 24 caças Sukhoi-30

Venezuela completa frota de 24 caças Sukhoi-30

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, viaja à Rússia no próximo dia 22 com o objetivo de fortalecer a aliança estratégica entre os dois países.

A visita atende a um convite do novo presidente Dmitri Medvedev e servirá para que o líder venezuelano conheça os tanques de guerra que o país pretende adquirir.

De acordo com o governo venezuelano, a Rússia oferece facilidades de crédito para que o país efetue compras para a Força Armada Nacional Bolivariana. Para a Venezuela, as ofertas russas atendem à concepção de defesa elaborada pelo governo bolivariano.

A Venezuela comprou equipamentos e aeronaves de alta tecnologia da Rússia, entre elas, 24 aeronaves caça-bombardeiro Sukhoi-30 (os russos ainda precisam entregar os últimos quatro aviões) e já estuda comprar o modelo Sukhoi-35, capaz de lançar mísseis a 400 km.

A Venezuela começou a negociar com a Rússia em 2006 quando os Estados Unidos decidiram não entregar peças de reposição dos F-16 de fabricação norte-americana.

Chávez ainda tentou adquirir o Super Tucano, da Embraer, mas a compra foi vetada também pelos Estados Unidos.

O ministério da Defesa da Venezuela informou que em 2007, menos de 25% da frota venezuelana estava ativa. Hoje, esse índice supera os 50%.

O deputado Rafael Gil Barrios, presidente da Comissão de Defesa da Assembléia Nacional, afirmou que o legislativo respalda as políticas de equipamento e cooperação internacional da Força Armada Nacional.

Hugo Chávez deverá permanecer na Europa até 26 de julho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *