Brasília, 17 de outubro de 2018 - 12h20

Venezuela terá US$ 4 bilhões para armamentos

29 de dezembro de 2011
por: InfoRel

Brasília - O governo russo aprovou uma linha de crédito de US$ 4 bilhões para a Venezuela dar continuidade ao processo de reequipamento e modernização das suas Forças Armadas. A cooperação militar entre os dois países teve início em 2005.



De acordo com o presidente venezuelano Hugo Chávez, sem esses recursos e o apoio russo seria impossível à Venezuela adquirir o poderio militar atual.



Chávez revelou que a Venezuela recebeu apenas um terço de todo o material já comprado da Rússia. Entre os equipamentos adquiridos estão armas, aviões de caça, helicópteros e rifles de assalto.



Ele destacou a importância dos caças Sukhoi 30 e F-16, responsáveis pela defesa aérea venezuelana. Segundo Hugo Chávez, "o império norte-americano faz o impossível para desarmar as Forças Armadas venezuelanas".



Para a ONG Controle Cidadão para a Segurança, a Defesa e a Força Armada Nacional, nos últimos seis anos, a Venezuela investiu cerca de US$ 15 bilhões em armamentos.



Desse montante, US$ 8,5 bilhões foram adquiridos da Rússia. China e Espanha são, respectivamente, o segundo e o terceiro maiores fornecedores de armamentos para a Venezuela.



Apenas da Rússia, a Venezuela comprou 105 mil fuzis, 2 mil lança-mísseis e lança-foguetes, 36 aviões de caça, 9 submarinos, além de canhões e sistemas de mísseis.

Assuntos estratégicos

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...