Brasília, 13 de agosto de 2020 - 01h45
VIGIA: Fórum discutirá estratégias de combate aos crimes transfronteiriços

VIGIA: Fórum discutirá estratégias de combate aos crimes transfronteiriços

13 de dezembro de 2019 - 14:37:28
por: Marcelo Rech
Compartilhar notícia:

Brasília – Nos dias 17 e 18, será realizado em Foz do Iguaçu (PR), o 2º Fórum Nacional de Segurança nas Fronteiras, evento que faz parte da programação da 12ª edição do Seminário Tríplice Fronteira. O evento contará com representantes dos poderes Executivo e Judiciário, do Ministério Público e de agentes de segurança de todo o país, com o objetivo de discutir estratégias de combate aos crimes transfronteiriços, como contrabando e tráfico.

O Fórum é organizado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi), em conjunto do Fórum Nacional Contra a Pirataria e Ilegalidade e Receita Federal. Com o tema “Programa VIGIA e as Operações Integradas nas Fronteiras”, a conferência de abertura, às 9h, será ministrada pelo coordenador-geral de fronteiras da Seopi/MJSP, Eduardo Bettini.

Na ocasião, serão apresentados os resultados e estratégias do trabalho que, desde abril, evitou lucro de R$ 6 bilhões ao crime organizado.  O Brasil conta com cerca de 17 mil quilômetros de fronteiras com onze países.

O Ministério da Justiça informou que o Programa VIGIA está presente no Acre, Amazonas, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Tocantins e Rondônia. A expectativa é chegar a todos os estados fronteiriços até o início de 2020.

De acordo com Bettini, o evento é a oportunidade para agentes de segurança e inteligência compartilharem resultados e experiências de suas atuações nas fronteiras brasileiras. Também serão discutidos temas como a atuação dos órgãos de segurança nas fronteiras, perspectiva internacional de atuação na Tríplice Fronteira; Operações fluviais e os prejuízos à indústria e ao consumidor.

Operações de Fronteira

Projeto estratégico do Ministério da Justiça e Segurança Pública, conduzido pela Secretaria de Operações Integradas (Seopi) com o apoio de Itaipu Binacional, para combater o crime organizado, o Centro Integrado de Operações de Fronteira (CIOF) será inaugurado na próxima segunda-feira, 16, às 11h30, também em Foz do Iguaçu (PR).

Participam da cerimônia o ministro Sergio Moro; o governador do Paraná, Ratinho Jr; e o diretor-geral brasileiro de Itaipu, General Silva e Luna.

O centro pretende intensificar e fortalecer a integração entre os agentes de segurança pública no combate ao crime organizado transnacional e atuará  prioritariamente em três frentes: operação ostensiva, auxílio de investigação e combate ao crime organizado.

Nesta sexta-feira, 13, foi inaugurado o Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública – Regional Norte, com sede em Manaus (AM). O evento contou com a presença do ministro Moro; do governador do Amazonas, Wilson Lima, e várias autoridades política da região Norte.

Na ocasião, também foi assinado pelo Governo Federal e os governadores da região, um termo de cooperação técnica para efetivar a adesão dos estados ao centro. Entre as principais funções do CIISPR-Norte está a coleta, análise e disseminação de inteligência para tomadores de decisão dos estados e demais agências de inteligência de segurança pública do país.

O CIISPR-Norte é uma das entregas da Rede de Centros Integrados de Inteligência de Segurança Pública – um dos projetos estratégicos do Ministério da Justiça e Segurança Pública - que contempla também o Centro Integrado de Inteligência Nacional (CIISP-N). Além do Centro Nacional, também já estão em operação o Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública - Regional Nordeste (CIISPR-NE), em Fortaleza (CE), e o Centro Integrado de Inteligência de Segurança pública – Regional Sul, em Curitiba (PR).