Brasil

Diplomacia
30/11/2016
Comércio Exterior
30/11/2016

Energia

YPFB firma contrato com empresa privada para exportar gás ao Brasil

Brasília – A estatal Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos (YPFB) e a Empresa Produtora de Energia LTDA (EPE), do Brasil, firmaram nesta terça-feira, 29, na cidade de La Paz, um contrato de exportação de gás natural para a termoelétrica de Cuiabá (MT), cujos envios devem gerar até 2019 um ingresso para o país de US$ 556 milhões.    

Na assinatura do contrato, o ministro de Hidrocarbonetos e Energia, Luis Alberto Sánchez, destacou a importância do novo compromisso, tomando em conta que estabelece um preço superior em 15% ao fixado com a argentina ENARSA, até o momento o acordo com os melhores preços para o gás boliviano.

“Hoje, o melhor contrato que tem a Bolívia é com a ENARSA e o preço que estamos acordando com a EPE é 15% maior que o preço com os argentinos”, reforçou o ministro.

Atualmente, o contrato de venda de gás boliviano à Argentina, firmado com a ENARSA, estabelece um preço de US$ 3,93 por milhar de BTU, enquanto que o custo fixado com a brasileira é de US$ 4,52. Segundo Sánchez, o novo contrato terá vigência de quatro anos, estabelece o envio de 2,2 milhões de metros cúbicos diários de gás e gerará um ingresso anual de US$ 140 milhões para a Bolívia.

“O mais importante de tudo é que esses ingressos serão destinados ao Estado e às regiões que recebem os benefícios do Imposto Direto aos Hidrocarbonetos”, explicou. Já o presidente da YPFB, Guillermo Achá, explicou que a exportação de gás para Cuiabá terá início nesta quarta-feira, 30. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *