Contraponto
13/04/2005
Força Aérea
13/04/2005

Minustah

Conselho de Segurança da ONU vai ao Haiti

O embaixador brasileiro na ONU, embaixador Ronaldo Sardenberg, lidera a missão do Conselho de Segurança das Nações Unidas ao Haiti, que vai até o próximo dia 16. O Grupo Ad Hoc sobre Haiti do Conselho Econômico e Social, do qual o Brasil faz parte, também está em visita ao país caribenho.

Segundo o Itamaraty, as duas missões permitirão verificar a evolução da situação haitiana, nos três pilares que são objeto de esforços da Missão de Estabilização das Nações Unidas no Haiti [MINUSTAH]: promoção da estabilidade; conciliação política; e desenvolvimento econômico e social.

As visitas também têm o caráter político de manifestar o apoio da ONU ao trabalho desempenhado pela Minustah, comandada pelo Brasil. Em junho, a organização terá de decidir se revoga o prazo de permanência da missão no Haiti.

Para o ministério das Relações Exteriores, a presença do Brasil nas duas missões reitera o compromisso brasileiro com a manutenção da segurança, reconciliação política e apoio ao desenvolvimento do Haiti. O Brasil também apóia os esforços de recuperação do Haiti no âmbito da Organização dos Estados Americanos [OEA] e da cooperação bilateral.

Integram a missão do Conselho de Segurança ao Haiti representantes do Brasil: Argélia, Argentina, Benin, China, Dinamarca, Estados Unidos, Filipinas, França, Grécia, Japão, Reino Unido, Romênia, Rússia e Tanzânia. Já o Grupo Ad Hoc sobre o Haiti do ECOSOC tem representantes do Brasil, Benin, Canadá, Chile, Espanha e Trinidad e Tobago.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *