Defesa

Fiscalização de Produtos Controlados é tema de discussão no Exército
26/09/2017
Marinha reúne especialistas para debater China
26/09/2017

Defesa realiza Seminários para discutir participação do Brasil na MINUSTAH

Brasília – Dois seminários com foco na participação do Brasil na Missão das Nações Unidas para Estabilização do Haiti (MINUSTAH) serão realizados nos meses de outubro e novembro, organizados pelo ministério da Defesa e o Exército: o Simpósio Internacional “Brasil no Haiti, um Caso de Sucesso”, e o Seminário Internacional “13 anos do Brasil na MINUSTAH: Lições Aprendidas e Novas Perspectivas”.

O primeiro Simpósio, “Brasil no Haiti, um Caso de Sucesso”, contará com militares das Forças Armadas do Brasil que irão apresentar a experiência adquirida na MINUSTAH para a construção da visão sinérgica sobre a participação dopPaís naquela Missão. O evento será realizado nos dias 18 e 19 de outubro, no Auditório do Comando Militar do Planalto, em Brasília (CMP/DF).

O Exército informou que o Simpósio permitirá identificar o amadurecimento individual e institucional dos envolvidos na Missão. Serão abordados temas como: “Estratégias Institucionais e sua aplicação operacional e tática”; “Desafios e oportunidades, individuais e institucionais”; e “Lições Aprendidas”.

Os interessados em participar do Simpósio podem se inscrever até o dia 9 de outubro pelo site do Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (http://www.ccopab.eb.mil.br/). Informações adicionais podem ser obtidas por meio dos telefones (21) 2457-0515 (R. 208) / (21) 98019-2670 (WhatsApp) e e-mail: simposioccopab2017@gmail.com.

“13 anos do Brasil na MINUSTAH: Lições Aprendidas e Novas Perspectivas”

Já o Seminário Internacional “13 anos do Brasil na MINUSTAH: Lições Aprendidas e Novas Perspectivas” será realizado nos dias 28 e 29 de novembro, no Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo (Escola de Operações de Paz de Caráter Naval), no Rio de Janeiro.

O objetivo do Seminário é analisar a participação brasileira na MINUSTAH, identificar as principais lições aprendidas e apresentar as perspectivas futuras para as Operações de Paz do Brasil. Integram a programação os painéis: “Os primeiros desafios – o planejamento e o início da missão”; “A logística do Brasil na MINUSTAH”; “O Brasil e o futuro das Operações de Paz”; entre outros. As inscrições terão início no dia 2 de outubro e poderão ser feitas pelo site http://www.semhaiti13.defesa.mil.br/.

Haiti

A atuação das Forças Armadas do Brasil na MINUSTAH durou 13 anos. O 26º Contingente Brasileiro de Força de Paz no Haiti (CONTBRAS), responsável por encerrar a Missão, começou a retornar ao Brasil na madrugada do último sábado, 23.

Mais de 37 mil militares brasileiros participaram da Operação de Paz no Haiti desde o início da Missão, em 2004, e enfrentaram consideráveis desafios, tais como a pacificação de Cité Soleil, no início da missão, e atuação nos episódios do terremoto em 2010 e do Furacão Mathew, em 2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *