Relações Exteriores

Indústria Aeronáutica
09/03/2005
Forças Armadas
09/03/2005

Estados Unidos

Ordem de Advogados do Brasil debaterá o caso dos cubanos presos

A comissão dos Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil [OAB] debaterá em sua próxima reunião a situação dos cinco cubanos presos nos Estados Unidos por combaterem o terrorismo contra a Ilha.

João Luis Duboc Pinaud, membro dessa comissão e presidente do Comitê do Rio de Janeiro pela Libertação dos Cinco, disse que a OAB, decidiu priorizar essa discussão na próxima reunião, na qual serão avaliadas as violações jurídicas cometidas no processo, no julgamento e na condenação dos Cinco.

O tema dos Cinco foi tratado ainda pelo embaixador cubano no Brasil, Pedro Nuñez Mosquera, e por Nilo Batista, presidente do Instituto Carioca de Criminologia, que participaram do Seminário Nacional da Luta pelos Direitos Humanos, realizado no Rio de Janeiro.

Os participantes do encontro aprovaram uma declaração sobre o caso e irão angariar os fundos necessários para a publicação dessa mensagem na chamada “grande imprensa”, uma vez que há um bloqueio informativo nesse sentido.

Pinaud denunciou que os Cinco foram julgados sem serem culpados, sendo condenados sem nenhum dos requerimentos judiciais. Os Cinco, como são conhecidos internacionalmente, reuniam informação sobre os grupos contra-revolucionários do Sul da Flórida e suas atividades terroristas contra Cuba.

O caso foi submetido à Corte de Apelação de Atlanta, depois da denúncia da Defesa sobre as irregularidades do processo, a qual deve estabelecer um veredito. O governo brasileiro acompanha o processo à distância, sem envolvimento do Itamaraty.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *