Relações Exteriores

Diplomacia
30/03/2005
Comunicado Conjunto
01/04/2005

Integração Sul-Americana

Presidente uruguaio realiza primeira visita ao Brasil

O presidente do Uruguai, o médico Tabaré Vazquez, realiza nesta sexta-feira, sua primeira visita oficial ao Brasil. Acompanhado do chanceler, Reinaldo Gargano e dos ministros de Pacuária, Agricultura e Pesca, José Mujica, e de Indústria, Energia e Mineração, Jorge Lepra, Vazquez, terá encontros com os presidentes do STF, Câmara dos Deputados, Senado e uma reunião de trabalho com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Vázques assumiu o poder no dia 1º de março, quando manifestou interesse em recolocar o Uruguai nos eixos da integração sul-amerixana. Na gestão passada, de Jorge Battle, o Uruguai era um aliado preferencial dos Estados Unidos e pouco fez pelo Mercosul. Battle sequer compareceu a reunião de Cusco que marcou o lançamento da Comunidade Sul-Americana de Nações.

Segundo o Itamaraty, durante a visita de menos de 24 horas, Lula e Vazquez deverão tratar de temas como o fortalecimento do Mercosul, a consolidação da Comunidade Sul-Americana de Nações e a realização da Cúpula América do Sul – Países Árabes, que será em Brasília, nos dias 10 e 11 de maio.

Está prevista a reativação da Comissão Geral de Coordenação em nível de ministros das Relações Exteriores, a intensificação dos mecanismos de coordenação entre as duas chancelerias e o estabelecimento de Comissão de acompanhamento de questões comerciais bilaterais.

Os dois presidentes também pretendem intensificar os projetos de integração da infra-estrutura física de transportes, energia e comunicações entre os dois países. O Brasil entraria com recursos do BNDES, a exemplo do que tem sido feito em outros países vizinhos.

Para o Brasil, também é prioridades, a construção da segunda ponte sobre o Rio Jaguarão, no Rio Grande do Sul, e uma nova linha de transmissão de energia elétrica entre os dois países. O Uruguai enfrenta uma grave crise de abastecimento de energia e deve contar também com o apoio da Venezuela neste sentido.

Em 2004, o comércio bilateral alcançou a cifra de US$ 1 bilhão e foi bastante equilibrado. Os dois governos desejam incrementar esse comércio. Quanto a investimentos, Lula e Tabaré Vazquez já inauguraram uma fábrica brasileira de cerveja na cidade de Paysandu, logo após a posse do presidente uruguaio.

Lula e Vasquez devem reforçar o programa da Nova Agenda de Cooperação de Desenvolvimento Fronteiriço Brasil-Uruguai, que deverá receber incrementos nas áreas da saúde, educação, meio ambiente e saneamento, bem como em matéria de cooperação policial e judicial.

Os dois devem assinar vários acordos sobre cooperação em matéria de energia, comunicações educação binacional na fronteira e em áreas técnicas.

Eles ainda deverão conversar sobre a candidatura uruguaia para a direção da Organização Mundial do Comércio. O Brasil tem candidato, o embaixador Luiz Felipe de Seixas Corrêa, e deseja que o Uruguai retire a candidatura de Carlos Perez del Castillo, que recebeu o apoio do presidente argentino Nestor Kirchner.

Programa da Visita do presidente do Uruguai, Tabaré Vásquez

Sexta-feira, 1º de abril

9h00 – Visita ao Supremo Tribunal Federal e encontro com o presidente Nelson Jobim;

9h30 РVisita ao Congresso Nacional e encontro com os presidentes do Senado Federal e da C̢mara dos Deputados;

10h30 – Cerimônia oficial de boas-vindas para o presidente do Uruguai, no Palácio do Planalto;

10h50 – Reunião privada entre os presidentes do Brasil e Uruguai, no gabinete do presidente Lula, no Palácio do Planalto;

11h50 – Reunião ampliada na Sala de Reuniões do Palácio do Planalto;

12h15 – Cerimônia de assinatura de atos e Declaração à Imprensa, no Salão de Conferências do Palácio do Planalto;

13h00 – Chegada ao Palácio Itamaraty;

13h10 – Almoço oferecido pelo presidente brasileiro ao colega uruguaio, no Palácio Itamaraty;

18h00 РPartida para Montevid̩u

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *