O presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas, chamou para consultas o Embaixador palestino no Brasil, Ibrahim Alzeben. Na linguagem diplomática, significa dizer que ele não gostou nada do anúncio feito em Israel, pelo presidente Jair Bolsonaro, de abrir um escritório de negócios do Brasil em Jerusalém.

No entanto, o desagrado palestino parece ser mais uma encenação. No íntimo, estão comemorando a decisão, pois um escritório de negócios não pode ser comparado à uma legação diplomática. Os palestinos sabem a quem dar o crédito pela decisão: os militares, a começar pelo vice Hamilton Mourão.

Marcelo Rech – 01/04/2019