A usina hidrelétrica de Itaipu chegou, nesta quinta-feira, 11, à marca de 35 milhões de megawatts-hora (MWh) no acumulado do ano. Essa produção seria suficiente para atender ao consumo do planeta por 13 horas e meia; o Brasil, por mais de 26 dias; a cidade de São Paulo, por 15 meses; o Paraguai, por dois anos e cinco meses; o Estado do Paraná, por 13 meses e 12 dias. Ou ainda, por um ano, 60 cidades do porte de Foz do Iguaçu, com uma população estimada em 253 mil habitantes.

Em abril de 2020, a produtividade foi de 1,107 megawatt médio por metro cúbico de água por segundo; em maio, 1,1061 MW/m3/s. São os maiores índices mensais de produtividade de toda a história da Itaipu desde o início do funcionamento da usina, em 1984.

Marcelo Rech – 11/06/2020