O Ministério das Relações Exteriores do Paraguai, negou nesta quinta-feira, 11, que existam pressões por parte do Brasil para que o país reabra as fronteiras. Além disso, o ministro Antonio Rivas assegurou que os dois países decidiram que esta decisão será tomada em conjunto para evitar a expansão do vírus.

Rivas confirmou que os presidentes Jair Bolsonaro e Mario Abdo Benítez, conversaram a respeito e concordaram em decidir de forma conjunta, sobre a reabertura das fronteiras entre Brasil e Paraguai. Por outro lado, ele admitiu que há pressões por parte de empresários que dependem do comércio transfronteiriços, especialmente em Ciudad del Este. A Ponte da Amizade que liga o Paraguai ao Brasil em Foz do Iguaçu (PR), está fechada desde março.

Marcelo – 11/06/2020