O projeto da Rota Bioceânica será prioridade para impulsionar o desenvolvimento econômico da América do Sul após a pandemia de covid-19. Foi o que definiu o Parlamento do MERCOSUL recentemente. A Rota Bioceânica pretende ser um corredor logístico entre os portos brasileiros no Atlântico e os chilenos no Pacífico, passando também por portos fluviais na Argentina e no Paraguai.

Há décadas o Brasil busca uma saída para o Pacífico, medida que irá reduzir custos das exportações e o tempo para os produtos chegarem na América do Norte e Ásia. Em fevereiro, representantes dos países que integram a Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), visitaram o Mato Grosso do Sul para conhecer o estado das obras.

Dados da Secretaria Especial de Produtividade e Comércio Exterior do Ministério da Economia, revela que a ASEAN foi o terceiro principal destino das exportações brasileiras em 2019, respondendo por 5% do total das vendas para o exterior. Em 2020, entre janeiro e julho, o volume de exportações para os países da ASEAN subiu 21,5% em relação ao mesmo período do ano passado.

Marcelo Rech – 16/09/2020