Imagem: Jornal do Commércio-AM

As atividades da Operação Ágata Amazônia, realizada no período de 3 a 12 de maio, resultaram na interceptação de entorpecentes, ouro, dinheiro, armamentos e munições na região da Tríplice Fronteira, próximo à Tabatinga (AM), nos rios Solimões, Içá e Japurá, no Amazonas, abrangendo aproximadamente 148 mil quilômetros quadrados de área de Operações.

Sob a coordenação do Ministério da Defesa, a operação foi realizada pela Marinha, pelo Exército e pela Força Aérea Brasileira com a presença de agentes da Polícia Federal, da Secretária de Segurança Pública do Amazonas, da Polícia Militar e Civil.

Durante a operação, foram realizadas ações preventivas e repressivas contra delitos transfronteiriços e ambientais, como patrulhamentos terrestres e fluviais; o estabelecimento de postos de bloqueio, controle de estradas e de vias fluviais; inspeções em veículos e embarcações. Na ação, 767 embarcações foram abordadas, 11 apreendidas e 8 notificadas. Também foram prestados 731 atendimentos médicos, 55 odontológicos e 40 exames laboratoriais à população ribeirinha.