Apesar do Reino Unido já não integrar mais a União Europeia e ter interesse em um acordo comercial com o Brasil, a imagem do país por lá não anda nem um pouco boa. Pesquisa de opinião do Adam Smith Institute revela que apenas 6% dos britânicos defendem “aumento substancial” do comércio com o Brasil.

As opiniões negativas somaram 18%; 42%. As pessoas disseram que o comércio com o Brasil deveria “permanecer como está”. Entre as 13 nações avaliadas, o Brasil ocupou o décimo lugar (22%), à frente apenas dos Emirados Árabes Unidos (21%), da China (16%) e da Rússia (12%).

Nas primeiras posições ficaram Austrália (66%), Canadá (63%), Nova Zelândia (61%), EUA (48%), Japão (42%), África do Sul (33%), Singapura (33%), Índia (30%) e Quênia (25%). Perguntados sobre o nível de padrões de segurança de alimentos e bem-estar animal no Brasil, 10% disseram acreditar que são “muito baixos”, e 25% que são “relativamente baixos”. Apenas 2% disseram confiar nos padrões sanitários brasileiros.