A Escola de Aviação Civil do SENAI da Palhoça, município próximo de Florianópolis, em Santa Catarina, recebeu a confirmação de que foi classificada como Empresa Estratégica de Defesa (EED) pelo Ministério da Defesa após criteriosa visita de avaliação técnica. Com isso, seus treinamentos passarão a ser tratados como Produtos Estratégicos de Defesa (PED) de acordo com as portarias GM-MD Nº 2.823 e GM-MD Nº 2.821, ambas de 5 de julho.

As Empresas Estratégicas de Defesa são aquelas que dispõem de conhecimento e de tecnologias essenciais para a manutenção da soberania nacional. Agora, a Escola de Aviação do SENAI passa a integrar um grupo seleto de 13 empresas catarinenses que compõem a Base Industrial de Defesa (BID), sendo a única EED brasileira a ter serviços educacionais.

Entre os cursos que serão oferecidos às Forças Armadas estão o treinamento teórico e prático para pilotos, engenheiros, mantenedores de aeronaves e outras capacitações do SENAI/SC, incluindo curso de inglês para pilotos, controladores de tráfego aéreo e mecânicos de aeronaves; curso técnico em manutenção de aeronaves em célula SENAI, e o curso técnico de manutenção de aeronaves em grupos motopropulsor.

De acordo com a Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), a unidade do SENAI em Palhoça, criada em 2009, já formou mais de 500 profissionais e é referência nacional na área.