Bolívia pretende seguir como principal provedor de gás para Brasil e Argentina

por | ago 24, 2022 | 13h

O presidente da estatal Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos (YPFB), Armin Dorgathen, afirmou que a Bolívia pretende seguir sendo o principal provedor de gás natural para o Brasil e a Argentina. Para tanto, assegurou que o país conta com a infraestrutura e a conectividade necessárias.

Apesar da redução na produção, ele revelou que novos poços estão sendo explorados e perfurados e que a YPFB, implementa um “agressivo plano de investimentos em exploração” para fazer da Bolívia, um ator protagonista no setor energético mundial.

“A ideia é melhorar as condições econômicas para sermos mais atrativos aos investimentos estrangeiros e, agora, estamos em uma época em que se fala muito em transição energética, onde o gás natural é fundamental, o que nos posiciona como o provedor que une os mercados mais importantes da América do Sul, que são Brasil e Argentina”, explicou.

A respeito dos contratos de exportação de gás natural para o Brasil, Dorgathen assegurou que a empresa cumpre com todos os compromissos e que essa postura permitiu que a renegociação fosse tranquila. “Tratamos com muita seriedade o mercado brasileiro e, como tal, negociamos uma posição que nos permite maximizar o preço de venda do gás. O objetivo é cumprir com os volumes que temos fixados nos contratos”, garantiu.

Por Marcelo Rech

InfoRel

Imagem: YPFB

Share This