Operação Maputo é deflagrada para combater o tráfico internacional de drogas

por | nov 25, 2022 | 15h

A ação tem como objetivo a prisão de um traficante nigeriano responsável por uma carga de cinco toneladas de cocaína, apreendida em outubro do ano passado

Nesta quinta-feira, 24, a Polícia Federal deflagrou a Operação Maputo, com o objetivo de prender um nigeriano, de 33 anos, que seria o responsável por uma carga de cinco toneladas de cocaína, apreendida no Porto do Rio de Janeiro, em outubro do ano passado, sendo a maior apreensão de cocaína já realizada no estado e uma das maiores já feitas no país. As informações são da PF.

A PF informou, ainda, que a deflagração teve início ainda na madrugada, com o mandado de prisão expedido em desfavor do estrangeiro sendo efetivamente cumprido por policiais federais, no momento em que ele desembarcava no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo.

O nigeriano havia sido incluído na Difusão Vermelha da INTERPOL, que o havia localizado na semana passada em Barbados, no Caribe, com o auxílio da Agência Antidrogas dos EUA (DEA).

Ainda segundo a PF, no âmbito da operação, também estão sendo cumpridos três mandados de busca e apreensão no estado de São Paulo, além de uma ordem de restrição de contas bancárias do nigeriano no montante de R$ 2 milhões. A operação recebe o nome da capital de Moçambique, que seria o destino das cinco toneladas de cocaína apreendidas pela PF no Rio, em outubro de 2021.

Por Marcelo Rech

InfoRel

Imagem: Governo Federal

Share This