Análises

Os meios de comunicação: da missão de informar ao ativismo militante

Nas eleições de 2016, nos Estados Unidos, os meios de comunicação erraram feio. Dois anos depois, em 2018, no Brasil, a tendência foi mantida epraticamente nada do “apurado” se confirmou. Nas eleições norte-americanasdeste ano, analistas em todo mundo, novamente fracassaram em suasprevisões. Como sempre, os formadores de opinião, esquivando-se de suasresponsabilidades, culpam aos institutos de …

Os meios de comunicação: da missão de informar ao ativismo militante Leia mais »

A Política Externa e o estresse presidencial

No dia 11 de novembro, o presidente Jair Bolsonaro tornou público o seuestresse ao sugerir uma guerra com os Estados Unidos, chamar os brasileirosde “maricas” e afirmar que sua vida pessoal é uma desgraça. O ato público queconcentrou toda essa raiva, pretendia servir de retomada do turismo após osmeses de distanciamento social, mas ninguém se …

A Política Externa e o estresse presidencial Leia mais »

BRICS reafirma apoio ao ingresso do Brasil no Conselho de Segurança da ONU

No dia 17 de dezembro, realizou-se a XII Cúpula do BRICS, concluída com aemissão da Declaração de Moscou. Neste evento, ao contrário do que muitosveículos de comunicação enfatizaram, Rússia, Índia, China e África do Sul,endossaram o apoio ao ingresso do Brasil como membro do Conselho deSegurança das Nações Unidas. Ainda que este processo esteja parado …

BRICS reafirma apoio ao ingresso do Brasil no Conselho de Segurança da ONU Leia mais »

O tempo e a necessidade de se fortalecer os princípios da diplomacia

As eleições norte-americanas surpreenderam sob vários aspectos e a tendênciaé que haja mesmo um câmbio na condução da principal potência bélica doplaneta. A derrota de Donald Trump não foi estrondosa como pregaram osvidentes travestidos de analistas, mas será suficiente para gerar uma novaonda de expectativa em torno dos rumos que adotarão os EUA. Os primeiros …

O tempo e a necessidade de se fortalecer os princípios da diplomacia Leia mais »

O Brasil e um entorno geográfico problemático

No dia 30 de novembro, os presidentes Jair Bolsonaro e Alberto Fernández,finalmente conversaram. E foi necessária toda uma estratégia envolta esecretismo, para que ambos deixassem de lado coisas menores, de ordempessoal e ideológica, para que as relações bilaterais começassem a sertratadas de forma institucional e pragmática. Menos de 24h depois, Bolsonaroestava em Foz do Iguaçu …

O Brasil e um entorno geográfico problemático Leia mais »